Argentino está com a canela marcada por falta sofrida no clássico contra o América-MG

O argentino Montillo não anda gostando das entradas dos adversários no Campeonato Mineiro. O meia do Cruzeiro vem sendo caçado em campo e está com a canela marcada pelas travas da chuteira do volante Leandro Ferreira, do América-MG. O armador pede que os juízes utilizem mais o cartão vermelho para intimidar os que não querem jogar futebol.

Leia também: Élber vence a timidez para se firmar no profissional do Cruzeiro

No clássico contra o América-MG , Montillo se revoltou com a entrada de Leandro Ferreira em sua canela esquerda e nem mesmo a caneleira foi capaz de evitar a dor. O argentino se revoltou com o cartão amarelo aplicado e reclamou muito, sendo advertido também.

Ao final do jogo, o técnico Vágner Mancini, que não gosta de comentar a arbitragem dos jogos, reclamou do juiz, pedindo a expulsão do volante do América-MG.

O meia entende que, pela sua posição, sofrerá muitas faltas. Mas pede que os juízes tenham atenção em lances mais fortes. "Em alguns lances, às vezes, são faltas que o cara chega tarde e faz falta de jogo. Forte, mas de jogo. Em alguns outros lances, no entanto, acho um pouco mais forte do que o normal. Então, por isso, às vezes, fico chateado com o juiz”, reclamou Montillo.

Para Montillo, uma das funções do árbitro em campo é preservar a integridade dos atletas. "Não tem de esperar que quebrar a perna para tirar o vermelho. O juiz é encarregado de cuidar dos jogadores em campo", afirmou o camisa 10 do Cruzeiro.

Entre para a torcida virtual do Cruzeiro e comente as faltas em Montillo

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.