Meia recebeu troféu Bola de Prata como melhor meio-campo e disse que é muito difícil fazer sucesso no país

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237882124291&_c_=MiGComponente_C

Um dos destaques do Campeonato Brasileiro e ganhador da Bola de Prata, Montillo afirmou que está muito satisfeito com o ano no Cruzeiro e também que vê com muita felicidade o sucesso de vários jogadores argentinos no Brasil.

Segundo ele, o futebol brasileiro é muito difícil e de que ter sucesso jogando no país é um verdadeiro sonho, mas que isso só foi possível por causa da estrutura cruzeirense.

"Foi fácil me adaptar aqui e às vezes essas coisas acontecem rápido. A verdade é que o Cruzeiro é muito estruturado e tem vários bons jogadores e isso ajuda muito, fico bastante agradecido", disse o jogador, que completou.

"Eu vejo o DAlessandro, o Conca, o Guiñazu por aqui e todos estão indo muito bem. Vejo as atuações muito boas deles e isso me deixa muito feliz, pois não é nada fácil jogar aqui. É muito difícil vermos um brasileiro parar na argentina, pois os destinos deles são a Europa e o futebol daqui é muito forte".

Com o vice-campeonato nas mãos, Montillo afirmou que pensa em ter um ano vitorioso no Cruzeiro, relembrando os tempos que seu atual time viveu em 2003, quando conquistou a tríplice coroa.

"É uma alegria muito grande termos ficado com o vice. É triste sair campeão, mas termos conseguido a segunda colocação nos leva direto para a Libertadores. Quero ter um ano ganhando tudo o que jogo e fazer uma excelente Libertadores", finalizou o argentino.

Montillo foi eleito ao lado de Conca como o melhor meio-campo do país. Ele participou de 22 jogos pelo Cruzeiro e fez sete gols. O argentino foi contratado junto ao Universidad de Chile no meio do ano após se destacar na Libertadores.

    Leia tudo sobre: futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.