Tamanho do texto

Onze dos vinte times mandaram treinadores embora durante o campeonato. Corinthians, Vasco, Botafogo, Fla e Flu são exceções

Os cinco times mais próximos do título do Campeonato Brasileiro têm algo em comum. Corinthians , Vasco , Botafogo , Flamengo e Fluminense não demitiram seus técnicos desde o início do torneio, em maio. São Paulo , que mandou embora o segundo treinador em menos de três meses, e Internacional , que já demitiu Falcão no início da competição, vem logo atrás, na sexta e sétima posição.

CAMPEONATO BRASILEIRO: Confira a classificação

Tite balançou, mas não caiu no Corinthians
Gazeta
Tite balançou, mas não caiu no Corinthians
Corinthians e Flamengo, primeiro e quatro colocados, respectivamente, são os clubes do topo que mantém há mais tempo os seus comandantes. Tite e Luxemburgo trabalham nas equipes desde outubro de 2010. O corintiano já teve sua cabeça pedida pelos torcedores inúmeras vezes, mas resistiu até mesmo ao vexame da queda para o Tolima na pré-Libertadores em fevereiro.

Além dos cinco primeiros colocados, outros quatro clubes não rifaram técnicos no Brasileiro: Palmeiras, de Felipao, Coritiba, de Marcelo Costa, Santos, de Muricy Ramalho, e Figueirense, de Jorginho.

Justamente o mais vencedor deles em 2011, o campeão do Paulista e da Libertadores da América, Muricy Ramalho é o que está na pior colocação no Brasileiro, em décimo terceiro. Porém, é outro medalhão que vive o pior momento.

VEJAM TAMBÉM: Brasileiro tem domínio de cariocas

Desde junho do ano passado no Palmeiras , Luiz Felipe Scolari é o técnico de times da primeira divisão há mais tempo no cargo. O longevidade não se transformou em títulos e tampouco em paz . Felipão não consegue acertar o time, brigou com o ex-capitão Kleber e já se coloca em dúvida a sua permanência no clube em 2012.

Na mesma zona da tabela, Jorginho, do Figueirense, e Marcelo Oliveira, do Coritiba, vivem situação mais tranquila. Enquanto os rivais locais, Avaí e Atlético-PR lutam para não cair, os dois times estão quase garantidos na Copa Sul-Americana e ainda tentam beliscar um lugar na Libertadores do ano que vem.

Sem demitir, Flu troca
Dos cinco primeiro, o Fluminense é o que já teve mais nomes diferentes no comando. Apesar de não ter demitido nenhum treinador, o time carioca foi treinado por Enderson Moreira, Leomir e Abel Braga no campeonato nacional.

O atual técnico acertou com o clube em março, antes do início do Brasileiro. Porém, só pôde assumir o comando da equipe em junho, após cumprir se contrato com o Al Jazira, dos Emirados Árabes Unidos. Enderson e, depois, Leomir comandaram a equipe de forma interina por quase três meses.

Situação semelhante à vivida hoje no Vasco da Gama. Cristovão Borges assumiu de forma interina no lugar de Ricardo Gomes, fora desde que sofreu um AVC.

Veja quem são os técnicos que estão há mais tempo no cargo (em meses):

Gerando gráfico...