Atacante, que será titular da seleção no México, e mais quatro jogadores do Porto podem ser punidos por agredir seguranças

Mowa Press
Prestes a ser titular da seleção, Hulk é denunciado por briga
No dia em que Hulk deverá realizar sua primeira partida como titular pela seleção brasileira , o jornal Correio da Manhã , de Portugal, informou que o Ministério Público de Portugal denunciou o atacante, o goleiro Helton e mais três jogadores do Porto por terem agredido dois seguranças no túnel do estádio da Luz, durante partida com o Benfica , no dia 20 de dezembro de 2009.

Veja também: Hulk toma o lugar de Fred como titular do ataque da seleção brasileira

Além dos brasileiros, Rodriguez, Fucile e Sapunaru, outros três atletas da equipe portuguesa, podem ser punidos pela Justiça. De acordo com a acusação, ficou provado que os jogadores do Porto agrediram os seguranças "de forma deliberada, livre e conscientemente, querendo e conseguindo com a sua atuação, molestar fisicamente os ofendidos".

Caso sejam considerados culpados, os atletas, acusados de acordo com o artigo 143º do Código Penal, ligado a "ofensas à integridade física simples", podem pegar pena de até três anos de prisão. Sapunaru, por sua vez, por ter sido enquadrado em dois crimes, corre o risco de ter pena um pouco maior, mas inferior a cinco anos.

No âmbito esportivo, Hulk e Sapunaru foram, em princípio, suspensos por 4 e 6 meses, respectivamente, pela Comissão Disciplinar da Liga pelo fato. Depois, porém, as penas foram reduzidas para três e quatro partidas. À época, os outros três jogadores não foram punidos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.