Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Ministério Público bane faixas e bandeiras dos estádios mineiros

Estão proibidos todos os instrumentos que possam identificar as torcidas nas arquibancadas, exceto camisas

Denise Motta, iG Belo Horizonte |

Torcidas organizadas de Minas Gerais estão proibidas de utilizar faixas, bandeiras, instrumentos musicais ou outros que possam identificá-las, com exceção de camisas, até maio deste ano. A medida cautelar é do Ministério Público de Minas Gerais e deve ser cumprida no Estado e em qualquer parte do território nacional. São atingidas pelas medidas torcidas organizadas do Cruzeiro e Atlético Mineiro: Grêmio Recreativo e Cultural Torcida Organizada Máfia Azul, Cru Fiel da Floresta, Grêmio Cultural e Recreativo Torcida Organizada Galoucura, Grêmio Recreativo Esportivo Cultural Torcida Organizada Pavilhão Independente.

O promotor de Justiça Fernando Ferreira Abreu decidiu prorrogar o prazo da punição, anteriormente fixado para o mês de abril, depois de reunião, na tarde desta terça-feira, com representantes da Polícia Militar, da Federação Mineira de Futebol (FMF), da Comissão de Monitoramento da Violência em Eventos Esportivos e Culturais (Comoveec) e das torcidas organizadas.

Vipcomm
A Arena do Jacaré receberá apenas a torcida do Cruzeiro no clássico deste sábado

O promotor lembra que a prorrogação da cautelar ocorreu em razão das torcidas organizadas não cumprirem os procedimentos estabelecidos no Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) celebrado em abril de 2009: o encaminhamento, ao Ministério Público, dos atos constitutivos das torcidas organizadas e o cadastro de seus integrantes, segundo determina o Estatuto do Torcedor.

O cadastro completo dos integrantes das torcidas organizadas deve ser encaminhado ao Ministério Público em até 90 dias.

As brigas entre as torcidas organizadas em Minas Gerais deixou um triste saldo recentemente. O cruzeirense Otávio Fernandes, de 19 anos, foi espancado até a morte no dia 27 de novembro de 2010, em frente a um espaço onde ocorria um campeonato de luta. A polícia identificou como agressores dirigentes de torcida organizada do Atlético Mineiro.

Leia tudo sobre: cruzeiroatlético-mgcampeonato mineiro 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG