Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Mineiro que sustenta família aos 12 anos vira amuleto do Potosí

Jonathan Candi conheceu Victor Zwenger em visita às minas de Cerro Rico a convite do iG e história do menino comoveu o treinador

Vicente Seda, enviado iG a Potosí |

Vicente Seda
Jonathan faz a sua "pose de mineiro" após vitória do Potosí
Imagine viver embaixo da terra a 4.300m de altitude, procurando minerais que nem sempre dão retorno suficiente para trazer comida à mesa, sentindo falta de ar, cansaço, suportando temperaturas que por vezes ultrapassam os 50ºC. Para qualquer ser humano, esse quadro provavelmente soaria como desesperador. Para Jonathan Candi, de 12 anos, é a realidade do dia a dia.

Leia mais: Vanderlei Luxemburgo nega crise com Ronaldinho no Flamengo

Mas o menino que previu a vitória do Potosí sobre o Flamengo ao conhecer o técnico Victor Zwenger, que visitou as minas de Cerro Rico a convite do iG, teve motivos para sorrir na noite de quarta-feira. Ganhou uma camisa do Potosí e foi levado para o campo pelo treinador, que se comoveu com a história do garoto e o apontou como o “amuleto da sorte” da equipe boliviana.

null

Vicente Seda
Jonathan foi a campo com o técnico
Filho de mineiros, Jonathan respira o ar pesado do interior da montanha de prata desde os 9 anos. Porém, em 2011, uma tragédia o fez ter comportamento de homem. Os traços de menino só são percebidos nas feições do garoto, que viu um desabamento em um dos túneis da mina onde trabalha quase matar o pai. O acidente afetou gravemente a coluna de Alberto Candi, de 54 anos, que trabalhava como mineiro desde os 10. Agora, o sustento da família depende de Jonathan e seus irmãos mais velhos.

Veja também: Vágner Love desembarca no Rio para defender o Flamengo

“Sou mineiro há três anos e sempre trabalhei com o papai, mas ele sofreu um acidente. Agora trabalho sozinho. Antes eu retirava material com ele, hoje estou mais como guia de turistas. Gosto mais assim, porque não fico tanto tempo lá dentro e posso fazer novos amigos, aprender novos idiomas”, explica o menino, que diz gostar de ser mineiro. “É só o que sei fazer, não conheço outras coisas. Nunca fiz nada além de trabalhar na mina. Sou mineiro”.

Leia mais: Love retorna e diz que está d eolho em vaga na Copa de 2014

Indagado sobre o medo dos frequentes desabamentos em função do uso de dinamite para expor os minerais, ele encara o perigo com mais coragem do que muita gente grande. “Não tenho medo, não. Nós mineiros temos de avançar, seguir em frente, para manter a família. Isso é o que importa para nós. Tenho três irmãs que cuidam da casa e três irmãos que também trabalham na mina”.

Vicente Seda
Jonathan foi levado para o campo pelo técnico do Potosí, Victor Zwenger

As privações da infância, no entanto, não são capazes de impedir os sonhos de Jonathan. Quer, um dia, fazer faculdade e, quem sabe, se as horas livres lhe permitirem treinar, se tornar jogador de futebol. “Eu queria estudar numa universidade. Adoro futebol, queria poder jogar mais. É a minha paixão”. Se depender deste pequeno boliviano, o Potosí vai longe na Libertadores. “Vai ser campeão, pode anotar. O Victor é um grande treinador e foi muito amável comigo. Tenho certeza que fará sucesso”.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

O técnico do Potosí, que o encontrou na tarde de quarta-feira e o “arrastou” para o Estádio Victor Agostín Ugarte, decretou: “É o nosso camisa 12, o nosso amuleto. É um grande garoto. Se tivermos a força dele, teremos sucesso”. De acordo com as previsões de Jonathan, o confronto entre Flamengo e Real Potosí, que terá o segundo capítulo no dia 1 de fevereiro, no Engenhão, terminará 5 a 1 para os bolivianos.

Para tanto, a equipe de Potosí terá de vencer por 3 a 0, mas com um 0 a 0 já passará adiante para a fase de grupos da Libertadores. Um sonho que Jonathan faz questão de alimentar: “Digo quantas vezes você quiser: seremos campeões!”. Qualquer que seja o resultado no Rio de Janeiro, o pequeno mineiro certamente já é. 

Leia tudo sobre: flamengolibertadorespotosi

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG