Discreto, volante sabe que é coadjuvante e não se incomoda de carregar o piano no novo esquema do time

O volante Leandro Guerreiro vive um momento especial de sua carreira. Já com 33 anos é o jogador mais experiente do Cruzeiro e peça fundamental no novo esquema do time, com três atacantes. Humilde, o jogador sabe que seu trabalho é "carregar o piano" para que os outros apareçam mais. Com 50 jogos pelo clube mineiro, a intenção do atleta é fazer história na Toca da Raposa.

Leia também: Mancini pede atenção dos juízes às faltas em Montillo

Guerreiro chegou ao Cruzeiro no início da temporada passada contratado pelo ex-presidente Zezé Perrella, que declaradamente não gostava de investir em jogadores mais velhos por dificuldades em retorno financeiro. Bem "mineiramente", Guerreiro foi se adaptando ao Cruzeiro e, contra o América-MG , chegou aos 50 jogos pelo clube.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Eu consegui uma marca importante, sei que no Brasil tem jogadores que ficam seis meses ou nem isso e já mudam de clube e eu já estou aqui há mais de um ano. Espero completar mais 50 jogos, fazer uma história com títulos, porque considero o Cruzeiro minha casa e quero sempre me dar bem aqui", declarou o ex-volante do Botafogo .

O jogador vem sendo muito exigido nesta temporada, com o esquema com três atacantes. "Sei que nesse novo esquema vão sobrar espaços no meio-campo e vou ter que correr dobrado, pois teremos um atacante a mais. Mas minha função é essa, roubar a bola dos adversários e passar para os homens de frente, que possuem muita qualidade e podem decidir as partidas", explicou Guerreiro.

O técnico Vágner Mancini é só elogios ao seu atleta. "Um jogador que dá sustentação ao time. Ele tem um poder de marcação muito grande e, além disso, sabe puxar o time na hora exata. É muito concentrado e isso é fundamental para nosso time", disse Mancini.

Entre para a torcida virtual do Cruzeiro e comente a marca de Leandro Guerreiro

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.