Interino afirma que se comandar a equipe por mais uma partida, o jogador entra como titular novamente

Milton Cruz ainda não sabe se permanecerá no cargo de técnico interino do São Paulo até a próxima rodada do Campeonato Brasileiro , dia 17, contra o Internacional , no Beira-Rio. Mesmo assim, o auxiliar já faz planos para a equipe e avisa que, se comandar o time por mais uma partida, Rivaldo estará novamente entre os titulares.

"Temos a semana inteira para trabalhar e acho que ele vai poder jogar o próximo, porque vai descansar. Quando tivermos jogos de quarta e domingo, podemos conversar para preservá-lo, para que possa render", explicou.

Rivaldo era desafeto do ex-treinador são-paulino, Paulo César Carpegiani, mas assumiu a posição de titular no primeiro jogo depois da saída do profissional, na vitória por 2 a 1 contra o Cruzeiro , na noite de sábado, sob as ordens de Milton Cruz.

O auxiliar ocupa a função à frente do elenco temporariamente, enquanto a diretoria busca um treinador efetivo. O pentacampeão, por sua vez, garante que tem fôlego para seguir na equipe.

"Sou uma pessoa tranquila e estou aqui para ajudar meu time. Tenho uma história bonita, mas não quero jogar pela minha história, eu gosto de viver pelo momento. Tenho condições de colaborar. Se precisar de minha ajuda, vou estar sempre pronto", afirmou.

Aos 39 anos, Rivaldo foi substituído pelo garoto Dener nos minutos finais na vitória sobre o Cruzeiro , mas avisa que não teria problemas em ficar em campo até o fim.

"O Rogério veio falar comigo e perguntar como eu estava, assim como o Milton queria saber no intervalo, mas disse para eles ficarem tranquilos. Estava bem para jogar 90 minutos. Eu treino como qualquer jogador novo do São Paulo", finalizou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.