Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Milan não contratará Kaká, diz Galliani

Vice-presidente disse que essa seria uma boa contratação, mas reclamou que "os custos são muito elevados"

EFE |

O vice-presidente do Milan, Adriano Galliani, declarou nesta segunda-feira que o retorno de Kaká é "um caminho intransitável", mas admitiu que ter o jogador de volta ao elenco "seria belíssimo".

"Kaká é um caminho intransitável. Não pode voltar ao Milan, mas seria belíssimo. No entanto, o Real Madrid não pode cedê-lo, porque o jogador em nível fiscal se tornaria um cidadão italiano", declarou à "Sky Sport".

Com suas declarações, Galliani se refere à lei Beckham, uma redução fiscal no IRPF para os trabalhadores estrangeiros que mudam sua residência fiscal à Espanha. "O fato de ver Kaká no Milan me comove, mas os custos são muito elevados", acrescentou Galliani.

Além disso, o vice-presidente confirmou que o Milan tentou a contratação do meia Thiago Alcântara, do Barcelona, filho do brasileiro Mazinho. "Falei com seu empresário, mas o Barcelona não quer vendê-lo", disse.

Leia tudo sobre: futebol mundialmilanitáliareal madridespanhakaká

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG