Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Milan exige R$ 17 mi para liberar Ronaldinho Gaúcho, diz jornal

Valor representa a totalidade dos salários que o brasileiro ainda tem para receber do clube italiano

Gazeta Esportiva |

O Grêmio ainda não desistiu da negociação para trazer Ronaldinho Gaúcho de volta ao clube que o revelou já no início de 2011. Entretanto, a liberação do meia de seu atual clube, o Milan, parece cada vez mais complicada. Depois de o diretor Umberto Gandini afirmar que o brasileiro permanecerá por pelo menos mais um semestre na Itália, o jornal Zero Hora informou que, se quiser ficar com o meia-atacante, o clube gaúcho terá que desembolsar 8 milhões de euros, cerca de R$ 17,6 milhões.

Este valor representa a totalidade dos salários que o brasileiro ainda tem para receber do clube italiano, e teria sido definido por Adriano Galliani, vice-presidente do Milan, em reunião realizada na última terça-feira com Assis, procurador e irmão de Ronaldinho.

A publicação de Porto Alegre afirma ainda que clubes da Inglaterra, da Espanha e dos Estados Unidos também possuem interesse na contratação do atleta, e poderiam levar vantagem na negociação caso se dispusessem a pagar o valor exigido pelo Milan.

No Brasil, Flamengo e Palmeiras também demonstraram disposição para trazer Ronaldinho Gaúcho de volta ao futebol nacional, de onde ele saiu em 2001, quando se transferiu do Grêmio para o Paris Saint-Germain, da França.

Leia tudo sobre: GrêmioMilanRonaldinho Gaúcho

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG