Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Milan comemora empate, mas lamenta gols perdidos

Os jogadores do Milan têm plena consciência de que enfrentaram nesta quarta-feira, em San Siro, o melhor time do mundo

AE |

selo

Os jogadores do Milan têm plena consciência de que enfrentaram nesta quarta-feira, em San Siro, o melhor time do mundo. Por isso, eles consideram bom resultado o empate por 0 a 0 em casa diante do Barcelona, no jogo de ida das quartas de final da Liga dos Campeões.

Leia também: Milan e Barcelona ficam no 0 a 0 e deixam decisão em aberto na Liga

"Nosso time jogou de igual para igual, a gente queria vencer, até por jogar em casa, mas empate com o Barcelona não é mau resultado", comentou o brasileiro Robinho. "Acabei perdendo um gol, o Ibrahimovic também, então a gente poderia ter saído com um resultado melhor, mas empatar com o melhor time do mundo é difícil", completou o atacante, em entrevista à ESPN Brasil.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

O holandês Seedorf também achou bom o empate, mas lembrou que o Milan teve condições de vencer. "A gente está feliz por este resultado, mas um gol a gente tinha que fazer hoje (quarta). Contra o melhor time do mundo, um 0 a 0 em casa é um bom resultado", comentou o volante, em português fluente, também falando à ESPN Brasil.

Antes reencontrar o Barcelona, quarta-feira que vem, no Camp Nou, o Milan faz mais um jogo, sábado, contra o Catania, fora de casa, pelo Campeonato Italiano. A equipe não deverá ter Robinho, que voltou a sentir a lesão no tornozelo direito que o deixou afastado por dez dias.

Mais da Liga: Bayern bate o Marselha na França e encaminha vaga à semi da Liga

"Levei uma pancada no mesmo lugar, acabou dificultando, não deu pra continuar", explicou Robinho, que foi substituído por El Shaarawy e espera estar em campo para o jogo da volta, terça-feira.

Robinho também lamentou a ausência de Thiago Silva, que deverá ficar um mês parado, não jogou nesta quarta e não estará no jogo de volta. "É muito difícil, ele é o melhor zaguiro da Europa e faz uma falta muito grande pro nosso time, vai ficar de fora, mas time que quer ser campeão não pode depender só de 11 jogadores", lembrou o atacante.

Leia tudo sobre: futebol mundialespanhaitáliabarcelonamilanliga dos campeões 2012

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG