Após sair perdendo, time dos brasileiros Pato, Robinho e Thiago Silva virou e venceu com gols de Ibrahimovic e Prince Boateng

Decidindo a Supercopa da Itália no Estádio Ninho do Pássaro, em Pequim, na China, Inter de Milão e Milan duelaram para desempatar o número de conquistas de cada time na competição, que contam com cinco títulos cada um. Mesmo saindo na frente no marcador com Sneijder, a Inter de Milão não manteve seu ritmo de jogo ao longo do embate e cedeu a virada por 2 a 1 aos rivais, que marcaram com Ibrahimovic e Boateng.

Em um jogo equilibrado diante do torcedor chinês, a Inter de Milão encontrou dificuldades em superar a defesa do Milan nos primeiros lances da partida. Com Robinho ao lado de Ibrahimovic em campo, o time de Allegri logo se lançou ao ataque, porém, sem muita objetividade.

Sneijder abriu placar para a Inter de falta, mas não conseguiu evitar virada
AP
Sneijder abriu placar para a Inter de falta, mas não conseguiu evitar virada

Passando a tomar o controle do duelo, a Internazionale pressionou os rivais pelo lado esquerdo do campo. Após muita insistência, Obi foi derrubado perto da área e o holandês Wesley Sneijder se prontificou a cobrar. Com extrema categoria, o meia acertou o ângulo do goleiro Abbiati para abrir o placar no Ninho do Pássaro, aos 21 minutos da primeira etapa. 1 a 0 para a Inter de Milão.

Buscando o empate, apesar do amplo domínio da Inter, o Milan subiu ao ataque e, aos 40 minutos, Ibrahimovic cabeceou com perigo para a meta de Julio Cesar, acertando a trave do brasileiro. No retorno para o segundo tempo, o Milan encontrou boas chances com o sueco Ibrahimovic, enquanto que a Internazionale levou perigo ao gol de Abbiati com Sneijder. Mais incisiva, a equipe rossonera alcançou o empate, aos 15 minutos. Com um belo passe de Robinho em profundidade, Seedorf cruzou para a pequena área e encontrou Ibrahimovic para balançar as redes adversárias.

Sneijder abriu placar para a Inter de falta, mas não conseguiu evitar virada
AP
Sneijder abriu placar para a Inter de falta, mas não conseguiu evitar virada

mpulsionado pelo gol de empate, o Milan, com a entrada de Alexandre Pato no lugar de Robinho, continuou a pressionar a Internazionale. Aos 17, Pato bateu colocado para seu companheiro de seleção brasileira Julio Cesar defender e manter o placar igual no Ninho do Pássaro.

Mais ofensivo, o Milan permaneceu no ataque e, na marca dos 23 minutos, alcançou a virada diante do maior rival. Pato arrancou após um bom lançamento, finalizou e acertou a trave direita logo depois do desvio do goleiro brasileiro. Prince Boateng, no rebote, não desperdiçou e virou o jogo para 2 a 1.

Apesar da virada, a Inter de Milão não desistiu e se lançou ao ataque em busca do segundo gol, porém, sem sucesso. O brasileiro Thiago Motta ainda estufou as redes do Milan, mas o bandeirinha marcou o impedimento. Armado no contra-ataque, o Milan se defendeu bem e conseguiu segurar o placar e seu sexto título da Supercopa da Itália.

Sneijder abriu placar para a Inter de falta, mas não conseguiu evitar virada
AP
Sneijder abriu placar para a Inter de falta, mas não conseguiu evitar virada

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.