Lyon para novamente nas oitavas de final da Liga e vê surpresa cipriota fazer história nesta quarta-feira

O brasileiro Ederson do Lyon tenta bicicleta contra o Apoel
EFE
O brasileiro Ederson do Lyon tenta bicicleta contra o Apoel
Com dificuldades, o Apoel conseguiu garantir sua vaga nas quartas de final e o prosseguimento de sua campanha histórica na Liga dos Campeões. Após vencer o Lyon por 1 a 0 no tempo normal, o time cipriota conseguiu, nos pênaltis, a classificação, atuando em casa.

Leia mais: Com cinco de Messi, Barcelona humilha Leverkusen e avança na Liga

Após ser derrotado na França por 1 a 0, o Apoel conseguiu seu gol logo aos oito minutos de jogo, graças ao brasileiro Manduca. Perigoso nos contra-ataques, o time mandante passou a tentar apenas conter o ímpeto do Lyon, que buscava sua segunda classificação às quartas de final da Liga dos Campeões nas últimas três temporadas.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

Com o placar da partida de ida repetido, os times foram para a prorrogação. No tempo extra, os franceses decidiram pressionar, mas não conseguiram ser efetivos. O Apoel, que apostava especialmente em Aílton, após a expulsão de Manduca no segundo tempo da prorrogação, sofreu com o cansaço de seu camisa 8, que pouco produziu.

Confira ainda: Arsenal fica perto de milagre, mas Milan perde "só" de 3 e avança

Desta forma, nos pênaltis, o Apoel não perdeu nenhuma das quatro penalidades e viu o goleiro Chiotis se destacar. Após demonstrar insegurança durante os 120 minutos, o goleiro do time da casa foi o herói da classificação ao defender dois pênaltis do Lyon - um deles de Michel Bastos -, e assegurar a classificação.

Com isso, o Apoel segue sua campanha histórica: após tornar-se o primeiro time do Chipre a disputar as oitavas de final da Champions League, o time agora é o único de seu país a conquistar uma vaga nas quartas de final do torneio continental.

Jogadores do Apoel comemoram vaga para as quartas da Liga
AFP
Jogadores do Apoel comemoram vaga para as quartas da Liga

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.