Renato Gaúcho não quer se distanciar dos líderes para dar salto de qualidade no Brasileirão

A demora em contratar fará o Grêmio ter uma espécie de dupla personalidade no Brasileirão. Será um time até a abertura da janela de transferências e outro após a estreia dos reforços – Miralles e Gilberto Silva já foram contratados e a direção planeja reforçar o grupo com, ao menos, outros quatro atletas. Algo que obriga o técnico Renato Gaúcho a ter dois planejamentos para atingir o objetivo de ser campeão nacional.

Por enquanto, o treinador trabalha com o que tem e planeja o time com as contratações. A meta até o dia 15 de junho, data que deve ser confirmada pela CBF , é somar pontos suficientes para ficar entre os dez primeiros colocados da classificação. Aí...

"Se ficarmos nesse bolo e, com os reforços, teremos outro Grêmio. A história será outra. Portanto, temos de somar o maior número de pontos possíveis não só para sair do sufoco, mas para ser campeão", explicou Renato.

A partida contra o Atlético-PR, domingo, em Curitiba, portanto, é a primeira chance de recuperação após a derrota para o Corinthians na estreia do Brasileirão – o Grêmio é o atual 13º colocado . Será quando o treinador colocará em prática o seu velho estilo abalado pela perda do Gauchão para o Internacional:

"Mudei a cara até para os jogadores sentirem isso, sou o comandante e eles têm que sentir a força. Estava triste, cabisbaixo. Não queriam que eu tivesse perdido o Gre-Nal e chegasse aqui rindo, mas a confiança nunca deixou de existir".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.