Campanha estará dedicada a conscientizar a população sobre os prejuízos que a discriminação provoca no crescimento do jovem

Os jogadores da seleção argentina Lionel Messi , Sergio Agüero e Carlos Tevez assinaram nesta sexta-feira um compromisso com a Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância) a favor das crianças e dos adolescentes e contra a discriminação.

O documento foi firmado no complexo esportivo que a AFA (Associação de Futebol Argentino) possui próximo ao aeroporto de Ezeiza, onde a seleção local se prepara para disputar a Copa América a partir do próximo dia 1º.

A campanha do Unicef, entidade beneficente oficial da competição e da qual Messi é embaixador da Boa Vontade, estará dedicada a celebrar a diversidade e conscientizar a população sobre os prejuízos que a discriminação provoca no crescimento, desenvolvimento e oportunidades das crianças e dos jovens. A ata assinada pelas estrelas argentinas propõe a proteção das crianças contra a segregação racial, étnica, religiosa ou de gênero, que os afete no esporte ou em qualquer outro âmbito.

Além disso, para que não sofram situações de violência nem tenham dificultado seu acesso à educação ou a serviços sanitários por ter nascido em outro país, pertencer a uma comunidade aborígine, ser afro-americano, viver em situação de pobreza, ter uma incapacidade ou qualquer outra circunstância.

Quando Messi foi designado embaixador da Boa Vontade do Unicef, a diretora-executiva da organização, Ann Veneman, afirmou que o jovem atacante "é uma superestrela do futebol que pode centrar a atenção pública sobre as crianças mais vulneráveis e invisíveis".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.