Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Messi é eleito melhor da Europa por jornal uruguaio e iguala Gaúcho

Neymar deve ser anunciado neste sábado como melhor das Américas em tradicional prêmio. Messi é tricampeão

Gazeta |

Getty Images
Messi, o melhor para o El País, com Daniel Alves, o quinto
Após outro grande ano pelo Barcelona, o argentino Lionel Messi foi eleito o melhor jogador da Europa, em votação realizada entre 208 jornalistas europeus de 28 países e organizada pelo jornal El País, do Uruguai. Seguido por Cristiano Ronaldo e Iniesta na disputa, o camisa 10 do time azul-grená chegou ao terceiro título consecutivo da premiação, igualando o feito de Ronaldinho Gaúcho, eleito o melhor no continente entre 2004 e 2006.

Leia mais: Neymar está perto de ser escolhido o melhor da América

Neste sábado, 31 de dezembro, será divulgado o resultado da eleição de melhor jogador das Américas e o brasileiro Neymar é o favorito para vencer pela primeira vez o tradcional prêmio. Seu principal concorrente é o chileno Eduardo Vargas, da Universidad de Chile.

Veja também: Messi é o goleador do ano, Neymar o sétimo

Campeão Espanhol, da Liga dos Campeões e do Mundial de Clubes, com uma goleada diante do Santos na decisão, neste ano, o Barça teve cinco jogadores na lista dos seis melhores da Europa: exceto Cristiano Ronaldo, segundo lugar, o time catalão ainda teve Iniesta, terceiro, Xavi, quarto colocado, o brasileiro Daniel Alves, quinto, e Gerard Piqué, o sexto.

Na sequência, foram escolhidos o goleiro Iker Casillas, do Real Madrid, o zagueiro Vidic, do Manchester United, Gareth Bale, do Tottenham, David Silva, do Manchester City, e Wayne Rooney, do Manchester United. Entre os treinadores, o Barça também levou a melhor diante do Real Madrid: Pep Guardiola foi eleito o vencedor na competição, mas em disputa apertada, com apenas cinco votos de vantagem em relação ao português José Mourinho.

Após chegar a marca conquistada por Ronaldinho Gaúcho, quando o brasileiro vestia a 10 do Barça, Messi agora tenta igualar o feito de Zinedine Zidane, que venceu esta disputa por quatro vezes: em 1998, 2001, 2002 e 2003. Um título em 2012, porém, deixa o argentino como único a vencer a eleição por quatro vezes consecutivas.

Leia tudo sobre: Lionel MessiNeymarFutebol MundialBarcelona

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG