Treinador da Argentina, também insatisfeito após empate, rejeitou esquema igual ao do Barcelona

Desolado, o técnico da Argentina, Sérgio Batista, lamentou o empate argentino contra a Bolívia, 1 a 1 em La Plata , na noite desta sexta-feira, e se irritou com perguntas de que quer fazer a seleção atuar como Barcelona para jogar em função de Messi . Apesar de uma atuação discreta, o camisa 10 foi escolhido o melhor em campo em pesquisa feita pela internet por um dos patrocinadores da Copa América . Ele recebeu o prêmio na sala de conferência, com cara de irritação, mas não concedeu entrevista.

“Não quero e não vou jogar como o Barcelona. Vamos jogar como a seleção argentina. Tivemos momentos ruins na partida, mas não pretendo mudar o planejamento ou o esquema tático. Vamos talvez mudar a postura, apesar de ter gostado da raça do time”, disse Batista.

O treinador deve insistir no esquema com três atacantes e um armador que não chega tanto à frente, caso de Banega. O time melhorou com as entrada de Di Maria e de Aguero, que inclusive marcou o gol de empate.

“Foi uma situação atípica (essas entradas), porque precisávamos marcar os gols. Acho que nosso time tem o que melhorar, vamos continuar treinando que tenho certeza que alcançaremos a classificação. Foi um primeiro jogo nervoso, como era esperado”, disse Batista.

A Argentina volta a campo no dia 6 de julho, contra a Colômbia, na cidade de Santa Fé (480 km de Buenos Aires). A primeira rodada do Grupo A se completa neste sábado, com os colombianos enfrentando a Costa Rica, 15h30, na cidade de Jujuy. Os costa-riquenhos substituem o Japão, que desistiu do torneio por causa do terremoto q eu abalou o país no início de 2011.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.