Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Messi diz que Guardiola é mais importante do que ele para Barça

Autor de 7 gols na última semana, o argentino ainda afirmou que "não joga para ser o melhor do mundo, mas para ajudar o time"

Gazeta |

Após ter uma semana excepcional ao marcar cinco gols contra o Bayer Leverkusen, pela Liga dos Campeões da Europa, e dois diante do Racing Santander, pelo Campeonato Espanhol, o argentino Lionel Messi manteve um discurso modesto e afirmou que o técnico Pep Guardiola tem mais méritos no desempenho recente do Barcelona do que ele próprio.

Leia também: Jornais ao redor do mundo destacam "Deus" e "estratosférico" Messi

"Pep é mais importante para o Barcelona do que eu. Desde que ele chegou aqui, tudo mudou. Para mim, Guardiola é fundamental em todo o projeto. Esperamos que siga conosco, mas a decisão será dele. Seria muito difícil ficar sem ele", afirmou Messi nesta segunda-feira ao comentar sobre uma possível renovação do contrato do técnico com o Barcelona, que termina ao fim desta temporada.

Em evento de sua fundação, que tem como objetivo ajudar crianças e adolescentes ao redor do mundo, Messi destacou o futebol coletivo praticado pelo Barcelona e se mostrou surpreso por estar a apenas seis gols de ultrapassar César Rodriguez e se tornar o maior artilheiro da história da equipe catalã.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Meus gols são o de menos. Se eles chegam, são bem-vindos, mas eu estou contente pela maneira como as coisas estão acontecendo. Nós sempre miramos o futebol coletivo. Sem os meus companheiros, nada seria possível. Estou muito feliz por tudo, pelos cinco gols e por estar tão perto de ultrapassar César. Não era meu objetivo ultrapassá-lo nesta temporada. Estou perto disso, mas não coloco uma data para conseguir", disse o argentino.

Em 312 jogos pelo Barcelona, Messi já anotou 230 gols, o que resulta em uma média de 0,73 tentos por partida. Os números impressionantes e o currículo repleto de títulos já provocam comparações com os grandes jogadores da história do futebol, mas o argentino garante não ligar para isso.

"Não jogo para ser o melhor da história, nem o melhor do momento. Jogo para fazer as coisas bem, para o time e para mim. Me sinto bem quando tudo sai como eu quero. Não tenho medo do que se diz e só tento fazer o meu trabalho", afirmou Messi.

Leia tudo sobre: futebol mundialespanhaargentinabarcelonamessi

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG