Tamanho do texto

Camisa 10 do Barcelona elogiou discretamente o time brasileiro e exaltou o entrosamento dos espanhóis

O argentino Lionel Messi fez um discreto elogio ao Santos , adversário derrotado por 4 a 0 neste domingo , no estádio Yokohama, na final do Mundial de Clubes da Fifa, no Japão. Entretanto, o camisa 10 do Barcelona foi realista ao analisar a partida que resultou no segundo título mundial da história dos espanhóis – o primeiro aconteceu em 2009.

O jogo:  Barcelona goleia em "jogo-monólogo" contra o Santos e é campeão mundial

“Foi uma conquista saborosa contra uma equipe forte que é o Santos. Estamos acostumados a fazer esse tipo de jogo. O Santos é um grande rival, mas fomos superiores, controlamos a bola em todos os momentos”, afirmou Messi.

O jogador também comemorou o seu desempenho na partida. Messi marcou dois gols contra o Santos na final e ainda participou do gol de Fabregas. "Estou muito feliz, foi uma bela partida. Outra vez marcando dois gols, e o objetivo é manter essa forma", disse o argentino.

Lição: O dia em que Neymar aprendeu a jogar futebol

Messi ainda demonstrou humildade quando começou a ser exaltado pelos jornalistas na entrevista após o título. O argentino transferiu o êxito ao entrosamento do Barcelona. "O Barcelona é a melhor equipe do mundo, são jogadores indiscutíveis e isso faz com que um se beneficie do outro", disse.

Messi foi eleito o melhor jogador do Mundial de Clubes da Fifa. Xavi ficou com a segunda colocação e Neymar em terceiro. O Barcelona conquistou o título com duas goleadas por 4 a 0. Além do Santos, o Al-Saad, do Catar, também foi derrotado na semifinal pelo mesmo placar.