Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Mesmo tranquilo no Estadual, Fluminense foca no Nova Iguaçu

Equipe precisa de apenas um empate para continuar na Taça Rio, mas dispensa pensar agora em Libertadores

Gazeta |

O Fluminense está muito perto de garantir uma vaga nas semifinais da Taça Rio. Na liderança do Grupo B com 14 pontos, ao lado do Olaria, o clube, para não depender de nenhum outro resultado, necessita de um empate contra o Nova Iguaçu, no próximo domingo, às 16h (de Brasília), no Engenhão, pela última rodada da fase de classificação.

A vaga pode ser conquistada até mesmo com derrota, desde que o Botafogo não consiga derrotar o América-RJ no mesmo horário, também na capital do estado. Outra possibilidade de se classificar sendo derrotado é perder por uma diferença de gols inferior a uma derrota do Olaria para o Vasco.

Em um cenário tão favorável, é normal se imaginar que o foco do Fluminense já esteja voltado para a partida da quarta-feira da próxima semana, diante do Argentinos Juniors, em Buenos Aires, pela última rodada do Grupo 3 da Copa Libertadores. Na competição continental, a situação do time é muito mais complicada, já que, além de bater os argentinos, o time brasileiro precisa de um tropeço do Nacional diante do América-MEX, no Uruguai. Apesar disso, os jogadores do Fluminense garantem estar focados Nova Iguaçu.

"Nós só conseguimos ficar perto da classificação na Taça Rio porque pensamos em um confronto de cada vez. Antes da derrota para o Nacional, nós encaramos o Volta Redonda (vitória por 2 a 1) com o máximo de seriedade. Mesmo perdendo na Libertadores, não deixamos nos abater contra o Americano e conseguimos uma vitória maiúscula (por 5 a 1). Portanto, não vamos mudar a nossa estratégia agora. Temos que focar no Nova Iguaçu e apenas depois vamos nos concentrar no Argentinos Juniors", prometeu o volante Diguinho.

undefined
Gum não quer bobear e perder vaga na Taça Rio
Para Gum, a classificação para as semifinais da Taça Rio está bem encaminhada, mas ainda não foi assegurada por completo. "Não podemos vacilar em hipótese alguma, pois conhecemos vários histórias de times que deixaram uma vaga escapar na última rodada, mesmo estando em boas condições para conquistá-la. Dependemos de um empate, mas vamos jogar como se a vitória fosse o único resultado interessante. Tenho certeza de que, agindo desta maneira, não vamos sofrer com maiores sustos", afirmou o defensor.

O elenco, que ganhou a segunda-feira de folga, voltou a trabalhar nesta terça-feira e iniciou a preparação para o confronto diante do Nova Iguaçu. Para este compromisso, o técnico Enderson Moreira não vai poder contar com o meia brasileiro naturalizado português Deco, suspenso por conta do terceiro cartão amarelo recebido na goleada diante do Americano de Campos. Souza e Marquinho disputam a vaga. Em compensação, o treinador terá o retorno do atacante Emerson, que cumpriu suspensão diante dos campistas e reaparece, provavelmente na vaga de Araújo. Nesta quarta-feira pela manhã, nas Laranjeiras, Enderson vai comandar a primeira atividade tática da semana.

Fora de campo, o departamento jurídico conseguiu arrecadar R$ 400 mil para os cofres do departamento de futebol. Isso porque o Fluminense venceu a batalha jurídica que vinha travando com o Dínamo de Zagreb, da Croácia, que não pagou o valor referente a contratação do atacante Osmar, contratado junto ao clube em 2007. O processo, que foi se arrastando por quase quatro anos, foi julgado pela Fifa nesta segunda-feira e a entidade máxima do futebol deu ganho de causa aos brasileiros. Agora, o Dínamo pode recorrer no Tribunal Arbitral do Esporte, mas deverá quitar a dívida por conta de pressões da Fifa.

Leia tudo sobre: campeonato carioca 2011fluminense

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG