Tamanho do texto

Cena emociona Cristóvão, que lembra o duro que ele e Ricardo Gomes tiveram na construção de um time vencedor

nullA cena que mais chamou a atenção no fim do jogo com o Flamengo , na tarde deste domingo, no Engenhão, foi a reação entusiasmada da torcida mesmo sem o título brasileiro. Demonstrando sentimento de orgulho, o torcedor do Vasco aplaudiu os jogadores e, num gesto de paixão, deixou o estádio aos gritos de campeão".

Confira como ficou a tabela finalizada do Campeonato Brasileiro

A cena emocionou o grupo cruzmaltino. Se antes os jogadores procuraram briga com o trio de arbitragem, logo esqueceram a briga e foram para os braços da torcida. Alecsandro, por exemplo, foi até a beira do campo e jogou a camisa para o torcedor.

Na entrevista coletiva, o técnico Cristóvão Borges também se sentia um campeão. O treinador, que assumiu a equipe no lugar de Ricardo Gomes, vítima de um AVC, lembrou como encontrou o clube em fevereiro, quando chegou em São Januário.

"Quando nós chegamos, o torcedor estava cabisbaixo, triste, pois o time não vivia um bom momento. Superamos todas as dificuldades, trabalhamos muito e hoje a gente vê que ele tem orgulho de vestir a camisa do Vasco", diz o treinador vascaíno.

Cristóvão considera o resgate das boas campanhas o maior legado deixado por ele e por Ricardo Gomes em 2011. Mas fez questão de destacar também o empenho dos jogadores.

"Este grupo é maravilhoso, quer ser campeão, quer ganhar, não existe vaidade. Tudo isso nós vimos hoje aqui. Por isso que o torcedor nos aplaudiu".