Meia-atacante foi elogiado pelo técnico do time na véspera da final da Copa América contra o Paraguai

Ao lado de Luis Suárez, Diego Forlán comemora gol uruguaio
Getty Images
Ao lado de Luis Suárez, Diego Forlán comemora gol uruguaio
Antes da Copa América começar, Diego Forlán era assunto na Argentina. Não nos noticiários de esporte, que quase só falavam de Lionel Messi. O uruguaio era destaque das publicações de fofoca pela fim do seu namoro com a modelo argentina Zaíra Naira.

Passados 30 dias, Forlán voltou ao lugar que merece e ocupou no último Mundial. E sem marcar um único gol. O meia-atacante, melhor jogador da última Copa, é um dos, se não o principal, destaque do time de Oscar Tabarez, que disputa a final da Copa América neste domingo contra o Paraguai.

“Além de decidir os jogos, Forlán tem um papel de liderança no nosso time. Do jeito dele, sabe levar a equipe às vitórias”, afirmou o técnico. Fórlan não marcou nenhuma vez na Copa América. Foi dos pés do camisa 10, entretanto, que surgiram as jogadas para os gols decisivos contra Argentina e Peru, nas quartas e semifinais do torneio.

“É a minha primeira final com a seleção. Estou muito tranqüilo. Já fui artilheiro e ganhei títulos pessoais. Agora, a equipe esta logrando os objetivos e isso é o mais importante”, diz Forlán.

O camisa 10 do Uruguai é um dos remanescentes de uma geração que estava no time quando Oscar Tabarez chegou em 2006. A seleção vivia a depressão de ter caído na repescagem das eliminatórias da Copa do Mundo após perder para a Austrália na disputa de pênaltis.

“Forlán, Lugano, Abreu estão neste projeto há cinco anos. Outros se juntaram e fizemos coisas importantes”, explica Tabarez. Pela primeira vez, eles têm como levantar um troféu. “Se perdemos para o Paraguai já não serve todo o que fizemos? Eu não penso assim. Me importo mais com o caminho do que com o final”, explica Tabarez.

Dois dias antes da final, nesta sexta-feira, Forlán foi personagem da seleção, mesmo que fora de campo. Ao lado do capitão Lugano, foi convocado para a entrevista coletiva. Depois, deu exclusivas para as televisões do Uruguai e da Argentina. Nenhuma pergunta sobre Zaíra Naira. O camisa 10 voltou a ser assunto somente pelo futebol que apresentou na Argentina.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.