Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Mesmo negociado, Miranda segue sendo o "xerifão" do São Paulo

A dois meses de trocar clube pelo Atlético de Madri, zagueiro segue como líder e busca títulos inéditos

Levi Guimarães, iG São Paulo |

Tricampeão brasileiro pelo São Paulo entre 2006 e 2008 e um dos mais importantes jogadores do elenco nos últimos anos, o zagueiro Miranda foi muito cobrado depois de anunciar seu acerto com o Atlético de Madri, ainda em janeiro. Mas, ao contrário do que os mais pessimistas poderiam imaginar, o jogador segue intocável no time titular e fundamental para a boa fase da equipe. E assim deve ser até 30 de junho, último dia do contrato.

Siga o iG São Paulo no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

Com data marcada para deixar o clube, o jogador chegou a ser poupado pelo técnico Paulo César Carpegiani, que já queria testar o São Paulo sem ele. Porém, o comandante são-paulino rapidamente reconheceu que, enquanto estiver no grupo, o zagueiro deverá ser sempre aproveitado. Com isso, hoje Miranda acredita já ter dado a resposta àqueles que o questionaram ao acertar o contrato com o clube espanhol.

AE
"Xerifão" da zaga são-paulina, Miranda busca títulos inéditos antes de embarcar para a Espanha no segundo semestre

“A minha postura foi questionada e a melhor maneira de responder era jogando futebol. Estou procurando fazer isso, jogar um futebol de alto nível, um futebol de uma equipe grande como é o São Paulo. E vou tentar manter esse nível. A partir do momento que tenho contrato aqui, a vontade sempre vai prevalecer”, afirmou.

Do atual elenco, Miranda é o segundo jogador que mais vezes defendeu a camisa do São Paulo. Atrás apenas do goleiro Rogério Ceni, ele completará nesta quarta-feira, diante do Goiás, 258 partidas pelo clube. E enquanto ele está de saída, torce pela permanência de outro defensor muito identificado com a equipe, Alex Silva.

“Gostaria que o Alex continuasse aqui. Ele é um grande jogador e o São Paulo sempre teve grandes zagueiros. Quando sair eu gostaria de continuar vendo o São Paulo forte defensivamente e o Alex é importante para isso”, disse.

Por enquanto, contudo, em vez de iniciar uma contagem regressiva pela troca de clube, Miranda afirma estar completamente concentrado nos títulos do Campeonato Paulista e da Copa do Brasil, ambos ainda inéditos para ele (e o segundo também para o São Paulo). Para isso, ele diz ainda ver espaço para evolução de sua parceria com o próprio Alex Silva e com o companheiro mais recente na zaga, Rhodolfo.

“O Alex é um excelente jogador, que já foi da seleção brasileira, e o Rhodolfo está jogando em um nível muito alto, também já dá para pensar em ser convocado. A tendência desse trio é só melhorar. Com a exigência maior nos jogos decisivos nós também vamos corresponder”, afirmou.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG