Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Mesmo descartada, Espanha tem interesse em jogar a Copa América

Conmebol diz que nunca pensou na seleção europeia, mas argentino já teria enviado uma proposta para ela

Gazeta |

undefined
Argentino Julio Grondona teria enviado uma proposta para a Espanha
Após a saída do Japão da disputa da Copa América deste ano, que será realizada na Argentina, a Conmebol afirmou que a Costa Rica poderia substituir os asiáticos, que entrariam como convidados na competição e que desistiram por conta do terremoto e do tsunami do último dia 11 de março. Entretanto, mesmo descartada pela entidade sul-americana, a Espanha revelou, nesta terça-feira, seu desejo de disputar o torneio.

"A opção mais firme é Costa Rica. Nunca pensamos em Espanha, Estados Unidos ou Austrália", explicou o secretário geral da Conmebol, o argentino Eduardo Deluca em entrevista à agência Telam, nesta última segunda-feira.

Entretanto, nesta terça, o presidente da Real Federação Espanhola de Futebol, Ángel Maria Villar, afirmou que gostaria de ver as cores da Fúria nos gramados sul-americanos entre os dias 1º e 24 de julho, quando será disputada a Copa América.

De acordo com Villar, contrariando o descarte anunciado por Deluca, uma proposta foi mandada à Espanha pelo presidente da Associação de Futebol Argentina, Julio Grondona.

"Nos propuseram muitas vezes já e é algo que o futebol espanhol deve à América do Sul, pelos grandes jogadores que já vieram jogar aqui. Sou defensor da seleção espanhola na competição. É algo que devemos pensar com carinho. Considero uma honra e vou levar a proposta aos outros diretores da federação", explicou.

Leia tudo sobre: futebol mundialcopa américaespanhacosta ricaargentina

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG