Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Mesmo depois do anúncio, BH se mantém como plano B para abertura

Prefeito da capital mineira disse que cidade continua no páreo caso estádio de SP não esteja pronto a tempo

Frederico Machado, iG Belo Horizonte |

Divulgação
Obras adiantadas do Mineirão ainda dão esperanças às autoridades para a realização da abertura da Copa de 2014
As autoridades de Belo Horizonte envolvidas na organização da Copa do Mundo se mostraram satisfeitas com os anúncios feitos pela Fifa na tarde dessa quinta-feira. A cidade mineira receberá nove jogos da Copa das Confederações e da Copa do Mundo no total. Apesar de perder o direito de realizar a tão sonhada abertura, o prefeito da cidade, Márcio Lacerda, afirmou que a capital mineira ainda continua no páreo caso São Paulo não conclua seu estádio a tempo.

Veja também: São Paulo terá abertura da Copa e uma semifinal

De acordo com o anúncio da Fifa, Belo Horizonte receberá três jogos da Copa das Confederações de 2013 e seis da Copa do Mundo de 2014, contando com uma semifinal de cada um desses torneios. Outro fato comemorado pelas autoridades mineiras é que o novo Mineirão pode receber dois jogos da seleção brasileira durante a Copa do Mundo (nas oitavas de final e na semifinal).

Apesar do anúncio oficial que São Paulo será a cidade do primeiro jogo da Copa, a esperança mineira continua. "Sempre dissemos que se BH estivesse com o estádio em boas condições, seria candidato forte se São Paulo não tivesse estádio pronto para a Copa do Mundo, assim como não terá na Copa das Confederações. Torcemos para que São Paulo tenha seu novo estádio, e se não tiver, continuaremos no páreo pela abertura", disse o prefeito de Belo Horizonte, Márcio Lacerda.

O Secretário extraordinário da Copa do Mundo de MG, Sérgio Barroso, afirmou que a postura da capital mineira de pleitear a abertura foi importante para conseguir os nove jogos nos dois torneios. "Tivemos que negociar muito. Se não pleiteássemos a abertura, pode ser que não teríamos os nove jogos que tivemos. Isso tudo foi reconhecido pela Fifa", afirmou Sérgio Barroso.

O Secretário também deixou a entender que, caso a Fifa necessite, a capital mineira estará pronta para mais jogos. "Temos que valorizar o que conseguimos, estou muito satisfeito. Lutei muito pela abertura da Copa. Isso surtiu um grande efeito em termos de sermos mais respeitados e conseguir essa situação privilegiada. Eles (autoridades da Fifa) têm certeza que somos uma garantia absoluta em termos de possibilidade. Eles têm BH como uma carta na manga. Esperamos que não aconteça nada com outras sedes, mas se acontecer estaremos prontos para atender a demanda da Fifa", concluiu Sérgio Barroso.

Salvador e Recife foram anunciadas como sedes da Copa das Confederações. Mas, caso as obras em seus estádios não fiquem prontas a tempo, Belo Horizonte pode receber mais jogos desse torneio.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG