Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Mesmo de férias, Muricy é personagem polêmico do clássico na Vila

Técnico provoca lembranças amargas no Palmeiras enquanto é aguardado no rival sob ressalva de alguns

Danilo Lavieri e Samir Carvalho, iG São Paulo |

Mesmo de férias e garantindo estar distante de qualquer negociação, o técnico Muricy Ramalho consegue ser um personagem polêmico do clássico deste domingo, entre Santos e Palmeiras. Enquanto para boa parte dos santistas (mas não todos), o treinador representa a garantia de sucesso, para os palmeirenses seu nome traz lembranças amargas.

Basta dizer que o próprio Luiz Felipe Scolari, atual comandante palmeirense, não fez cerimônia e colocou o dedo nesta ferida ao rebater críticas pelo seu alto salário.

“O que custa caro são os R$ 11 milhões pagos aos técnicos que já estão fora daqui. Não o salário que é pago a mim, que trabalho todo dia e que tira muitos gastos", disparou o gaúcho, acertando também o hoje flamenguista Vanderlei Luxemburgo. "Sem contar que eu não trago ninguém junto comigo. Nós transformamos o preparador físico da base em um melhor do Brasil, ganhando 70% a menos que os outros. Eu não trago fisioterapeuta, massagista, trago o Murtosa e acabou. Estamos custando muito pouco, é só somar e diminuir.”

Muricy enfrentou uma grande guerra nos bastidores do Palmeiras. Enquanto Gilberto Cipullo, então diretor de futebol, achava que ele não teria mais espaço, o então presidente Luiz Gonzaga Belluzzo defendia a permanência do treinador. No fim, em 34 jogos, o tetracampeão brasileiro somou 13 vitórias, 11 empates e 10 derrotas, com apenas 49% de aproveitamento.

Divulgação
Muricy Ramalho esteve no programa Altas Horas, da Rede Globo


No Santos, Muricy é tratado como prioridade. Mas não unanimidade. Ele é o grande alvo do presidente do clube, Luís Álvaro de Oliveira Ribeiro, para substituir Marcelo Martelotte, que já foi descartado para ser efetivado no cargo.

Apesar das negociações com o Santos estarem adiantadas, Muricy Ramalho provoca inquietação em alguns conselheiros. Eles acreditam que o treinador pode tirar a ofensividade da equipe, rotulada pelo próprio presidente Luís Álvaro, como dona de um ''DNA ofensivo".

Muricy, inclusive, modificou o esquema do Palmeiras em seu segundo jogo na equipe. O Palmeiras jogava ofensivamente sob o comando do técnico interino Jorginho, que escalava o time no esquema 4-4-2. Muricy estreou contra o Fluminense e venceu por 1 a 0 utilizando o esquema de Jorginho.

Porém, no primeiro jogo fora de casa, contra o Sport, na Ilha do Retiro, o treinador promoveu a entrada de Marcão para formar o trio de zagueiros com Mauricio Ramos e Danilo. O Palmeiras venceu o jogo atuando no esquema 3-5-2, e Muricy decidiu abandonar o 4-4-2, utilizado pelo interino.

 No Santos, Martelotte escala a equipe no esquema 4-4-2, e dirigentes utilizam o discurso que a torcida não admite ver o time jogando com três zagueiros.

Assim como foi quando acertou com o Palmeiras, o treinador pede tempo para descansar, curtir a família, enquanto os dirigentes fazem planos para poder pagar o salário do treinador e dar todas as condições exigidas por ele.

“Nunca me encontrei com Muricy. Meu único contato com ele foi naquela vez na rádio (Rádio Globo), em que coincidentemente estávamos os dois no ar. Estou no aguardo para que ele se canse das férias e faça contato comigo. Ele não participou de nenhuma negociação. Estamos aguardando e não estamos conversando com nenhum outro treinador”, disse Luís Álvaro.

Além de não ser efetivado, Martelotte poderia ver sua posição em risco, afinal, Muricy leva Tata para onde for. O atual treinador do Santos, no entanto, garante que não está preocupado com isso.

“Eu sei que o Tata (auxiliar-técnico) trabalha com o Muricy, mas estive aqui com o Dorival (Júnior) no passado, ele trabalha com o Ivan (Izzo) como auxiliar, e com o Adilson Batista, que tinha o Ivair Júnior com auxiliar. Não terá problema de trabalhar com o Muricy”, disse Martelotte.

Leia tudo sobre: palmeirassantoscampeonato paulista 2011muricy

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG