Tamanho do texto

Vice de futebol repudia adiamento do jogo com o Santos e diz que outros clubes também perderam atletas

Através de seu vice-presidente de futebol, Sandro Lima, a diretoria do Fluminense mostrou seu repúdio, nesta terça-feira, com a decisão da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) de adiar a partida contra Santos , previamente marcada para o dia 7 de julho, na Vila Belmiro, válida pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro, para o dia 24 de agosto.

Siga o iG Fluminense no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

Taxativo e irritado, o dirigente do Fluminense não engoliu a justificativa da entidade de alterar a data do jogo devido ao elevado número de jogadores do clube paulista convocados para a seleções principal e sub-20, mas afirmou que o clube das Laranjeiras não irá contestar a decisão da CBF.

“Nós também perdemos o Fred e não pedimos para mudar nada. Se eles acharam que o Santos seria prejudicado, então era melhor parar o Campeonato Brasileiro durante essas competições. Vamos acatar, pois se trata da entidade máxima do futebol. Mas isso não é bom para a competição. Outros clubes também perderam seus jogadores e não pediram a transferência das partidas”, afirmou.

“Entre para a Torcida Virtual do Fluminense e convide seus amigos”

Sandro lima lembrou ainda que o próprio Fluminense já foi prejudicado em duas oportunidades por estar disputando duas competições ao mesmo tempo: a primeira em 2005, quando perdeu Diego Souza e Arouca , convocados para o Mundial Sub-20, para a disputa da final da Copa do Brasil e, em 2008, quando chegou à final da Libertadores e jogou várias rodadas com praticamente todo seu time reserva.