Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Mesmo com negativas, Ganso sempre esteve na pauta do Corinthians

Conforme o iG revelou, "namoro" entre empresários do meia santista e o time rival começou em fevereiro

Bruno Winckler e Samir Carvalho, iG São Paulo e Santos |

Após meses negando as conversas que vinha tendo com representantes da DIS para contar com o meia Paulo Henrique Ganso, do Santos, o presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, declarou nesta segunda-feira um fato que o iG já vinha noticiando com exclusividade desde fevereiro. O time do Parque São Jorge negocia, sim, a contratação do jogador.

Nesta época, a DIS, dona de 45% dos direitos econômicos de Ganso, iniciou, por meio do empresário Thiago Ferro, conversas com o Corinthians. A ideia era que o clube recebesse o jogador antes de ele ser negociado com um clube europeu.

Insatisfeito com seu contrato no Santos, Ganso, que recebe R$ 130 mil mensais, gostaria que o time da Vila Belmiro, além de aumentar seu salário – um quinto do que recebe Neymar – reduzisse o valor da multa rescisória, que é de 50 milhões de euros (R$ 115 milhões) para clubes europeus e de R$ 66 milhões para clubes do Brasil.

A intenção da DIS e do Corinthians é pagar a multa para uma transação interna contando com a ajuda de parceiros econômicos, que lucrariam com uma futura negociação do jogador para a Europa. Sanchez gostou da ideia, mas não topa que o Corinthians sirva de ponte entre Ganso e um grande clube europeu.

“Realmente está havendo a conversa, só que não posso passar por cima do Santos. Mas, infelizmente, o que impede é que ele quer ficar três meses no Brasil e ir embora. Isso o Corinthians não vai fazer. Ou ele fica aqui por algumas temporadas ou segue a vida dele. Mas, é o melhor jogador do Brasil na atualidade”, disse Sanchez, nesta segunda, em entrevista à “Rádio Bandeirantes”.

Quando o assunto entrou na pauta do Corinthians, Sanchez declarou inúmeras vezes que não havia a possibilidade de Ganso jogar no Corinthians. Por meio da assessoria de imprensa do clube, ele também negou veementemente que tivesse tal intenção.


 


 

Leia tudo sobre: SantosCorinthiansGanso

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG