Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Mesmo com Inter em boa fase, Dorival não vê vantagem no Gre-Nal

Treinador diz que vantagem desaparece nos clássicos e mantém dúvida entre escalar Bolatti ou Tinga

Gabriel Cardoso, iG Porto Alegre |

Nada de favoritismo. O técnico Dorival Júnior rejeita que o Inter esteja em melhores condições que o Grêmio para o Gre-Nal do próximo domingo, embora tenha acabado de ser campeão da Recopa. A experiência em clássicos diz ao treinador que a rivalidade ameniza bons e maus momentos quando a bola rola.

“É um dos clássicos mais disputados e comentados de todo nosso país. A vantagem desaparece, é um clássico, independe do momento das equipes. Vejo um jogo com nível igual de pressão para os dois lados”, avaliou.

Entre para a Torcida Virtual do Inter e convide seus amigos

Grêmio tem a maior torcida do Twitter. Amplie a do Inter

Ele preferiu não confirmar a escalação do Inter. Vai esperar o treino de sábado para decidir entre Bolatti ou Tinga no meio-campo. O Argentino começou o treino desta sexta-feira, mas foi substituído ao longo da atividade.

“Minha única dúvida é justamente nessa função. Ou Bolatti ou Tinga. Amanhã desfaço. O Tinga estava apresentando mais características de um meia, mas não quer dizer que não possa atuar como segundo volante. Conhece muito bem a função”, disse.

O Inter vai para o Gre-Nal com Muriel; Glaydson, Bolívar, Índio e Kléber; Bolatti (Tinga), Élton, Oscar e Andrezinho; Dellatorre e Leandro Damião. D´Alessandro foi vetado pelos médicos e está fora. O time de Dorival é 7º colocado no Brasileirão, com 27 pontos. O Grêmio é 16º colocado, com 18.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG