Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Mesmo cansados, Gabriel e Lúcio querem jogar no Grêmio

Lateral e meia não pensam em ficar de fora de partida contra o Ypiranga pelo Gauchão

Hector Werlang, iG Porto Alegre |

Jogador de futebol é fominha, porém, no Grêmio a vontade de estar em campo revela uma necessidade e um temor: entrosar uma equipe que recebeu reforços e evitar perder lugar em um grupo com disputa interna. É por isto que, apensar do cansaço, Lúcio e Gabriel desejam atuar contra o Ypiranga, domingo, pelo Gauchão.

A dupla ainda sente o desgaste da vitória sobre o Oriente Petrolero na quinta-feira. Até o domingo, projeta estar recuperada. Afinal...

“Precisamos de sequência de jogos. Podemos ter qualidade, mas se não houver ritmo, tudo complica: a cabeça pensa, mas as pernas não executam”, opinou o lateral-esquerdo convertido em meia Lúcio, que deseja ser escalado mesmo com dores no joelho direito.

Desde a entrada de Carlos Alberto, o técnico Renato Gaúcho adotou uma formação ofensiva: apenas Fábio Rochemback como volante. Foram diversos treinos, mas um jogo. É o que reforça o argumento de Lúcio.

Gabriel, ao contrário do companheiro, não sente dores apenas um cansaço muscular. Ao lembrar que quem decide a escalação é o técnico Renato Gaúcho, disse que o momento não é para ficar de fora da equipe:

“Estamos crescendo, o time está evoluindo. Quem ficar fora pode perder lugar”.

Renato sempre fiz que quem se escala é o jogador. No treino da tarde deste sábado, ele irá definir a escalação. A partida contra o Ypiranga vale lugar na semifinal do primeiro turno do Estadual.

Leia tudo sobre: grêmiocampeonato gaúcho 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG