Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Menino colorado precisa de escolta para deixar Olímpico

Torcedor visitou estádio e foi hostilizado por gremistas que aguardam chegada de Ronaldinho

Hector Werlang, iG Porto Alegre |

A espera por Ronaldinho Gaúcho provocou um tumulto na tarde desta sexta-feira no Olímpico. Ao verem uma criança com a camiseta do Internacional no pátio do estádio, cerca de 100 gremistas começaram a cantar músicas contra o rival. A Brigada Militar precisou ser chamada para evitar problemas. Escoltado, o torcedor colorado foi embora em segurança.

O menino aparentava ter dez anos e estava acompanhado pelos pais e uma irmã. Ele vestia a camiseta branca do Inter, a do segundo uniforme. Ao começar a ser hostilizado verbalmente, buscou refúgio no Memorial Hermínio Bittencourt, o museu do Grêmio. No trajeto, falou com alguns dos fotógrafos que aguardam o possível anúncio da contratação de Ronaldinho.

“A minha irmã é gremista e viemos visitar o estádio”, disse um assustado garoto.

Por cerca de uma hora, a família, natural de Santa Catarina, ficou protegida no museu. Foi quando a segurança do Grêmio chamou a Brigada Militar. Os quatro, então, saíram por uma porta lateral. Depois disso, os torcedores gremistas se acalmaram e passaram apenas a aguardar uma definição sobre o possível retorno de Ronaldinho.

Hector Werlang
Torcedores ficaram em frente ao musou onde colorado se encondeu

Leia tudo sobre: GrêmioRonaldinho Gaúcho

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG