Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Meio-campista da LDU é suspenso por dois anos por identidade falsa

Gonzalo Chila na verdade se chama Ángel Cheme. Jogador trocou de identidade no começo da carreira, para ter chance em clube

EFE |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237882445361&_c_=MiGComponente_C

A Comissão Disciplinar da FEF (Federação Equatoriana de Futebol) decidiu suspender por dois anos o meia Gonzalo Chila, da LDU, após a comprovação de que o jogador vem usando há sete anos uma identidade falsa.

A suspensão do jogador, cujo verdadeiro nome é Ángel Cheme, vale para competições que envolvam a Federação Equatoriana de Futebol. A FEF enviará o material recolhido relativo ao caso para a justiça comum dentro de, no máximo, 15 dias.

AP
Gonzalo Chila disputou o Equatoriano e a Copa Sul-Americana com a LDU em 2010

O Comitê Executivo da Federação deverá se reunir nesta sexta-feira para analisar e dar seu parecer a respeito da impugnação apresentada pelo Emelec ao resultado da primeira da final do torneio local, na qual a LDU saiu vencedora por 2 a 0.

Em 2003, o meia teria trocado de identidade com o "verdadeiro Chila", um amigo seu, para pode jogar na equipe sub 20 do Aucas.

Leia tudo sobre: equadorfutebol internacional

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG