Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Médicos asseguram que Kaká está pronto para voltar a jogar

Apesar de não haver uma data oficial, expectativa é de que o brasileiro retorne no início de 2011, ou seja, em um mês e meio

Gazeta Esportiva |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237860365829&_c_=MiGComponente_C

O retorno do meio-campista brasileiro Kaká aos gramados está próximo. Isto pelo fato de o jogador ter se reunido, nesta segunda-feira, com os médicos do Real Madrid, com o cirurgião que o operou, o belga Marc Martens e com o doutor Turíbio Leite, médico brasileiro ex-São Paulo, e ter recebido somente boas notícias, como a de que está preparado para voltar a jogar.

O jornal espanhol "Marca" publicou nesta terça que foi testemunha do encontro entre o atleta e os médicos, que começou aproximadamente às 7h30 (horário de Brasília, 10h30 em Madri) e teve duração de três horas.

Durante a reunião, a situação de Kaká foi avaliada detalhadamente e os médicos chegaram a um consenso de que ele está recuperado da contusão e deve voltar a jogar em breve, só precisando pegar ritmo de jogo e condicionamento físico.

Apesar de não haver uma data oficial para o retorno, a expectativa dos médicos é que Kaká retorne aos gramados no início de 2011, ou seja, daqui a um mês e meio.

Para os profissionais, inclusive, a recuperação do atleta foi tão boa que ele tem condições de voltar a jogar no nível de quando foi eleito o melhor jogador do mundo pela Fifa, na época em que atuava pelo Milan.

Desde antes da Copa do Mundo, Kaká vinha reclamando de dores no joelho e, por isso, foi submetido a uma artroscopia, há aproximadamente três meses. Em 101 dos 103 dias depois da cirurgia, Kaká foi ao centro de treinamentos do Real Madrid para fazer recuperação e fisioterapia. Por isso, a recuperação foi boa e os médicos estão otimistas.

Durante o período de recuperação de Kaká, chegou a ser especulada uma saída do brasileiro para o futebol da Itália, mas o técnico do Real, José Mourinho, o jogador e o clube espanhol negaram qualquer interesse na transferência do jogador, que vai permanecer no Santiago Bernabéu.

Leia tudo sobre: espanhaespanhol 2010futebol internacionalkaká

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG