Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Médico afirma que lesão de Emerson é a única que preocupa

Douglas Santos minimiza participação de Sheik no Jogo das Estrelas e diz que incentivou participação do atacante

Marcello Pires, enviado iG a Mangaratiba |

Embora o departamento médico do Fluminense tenha começado a temporada 2011 com bastante trabalho, o médico Douglas Santos minimizou as lesões de Carlinhos, Washington e Deco durante a pré-temporada em Mangaratiba. O assistente do novo coordenador Victor Favilla confirmou também que a recuperação de Conca tem evoluído mais rápido do que o previsto. Preocupante mesmo, apenas o edema no tornozelo esquerdo que voltou a incomodar o atacante Emerson.
 

Praticamente vetado para a estreia do Campeonato carioca, dia 20, contra o Bangu, no Engenhão, Sheik segue fazendo um trabalho de fisioterapia e não tem previsão de volta. Embora o atacante tenha terminado a temporada com o tornozelo muito inchado, Douglas Santos não acredita que sua participação no Jogo das Estrelas, organizado por Zico, tenha agravado a contusão.
 

“O Emerson iniciou a pré-temporada bem, mas voltou a sentir o tornozelo depois de um choque com o Ricardo Berna. Realizamos um exame e vimos que ele ainda tem um edema ósseo no local. A parte ligamentar do tornozelo estava cicatrizada e por isso não acredito que a lesão tenha se agravado por causa de sua participação no jogo do Zico. Ele me ligou para saber se podia jogar e eu, inclusive, incentivei sua presença na partida”, afirmou o médico do Fluminense.
 

De todos, quem menos é Carlinhos. Submetido a uma cirurgia para corrigir uma síndrome compartimental da perna esquerda, o lateral voltou a treinar com o grupo no início da semana mas sentiu uma tendinite no tendão de Aquiles no pé direito. Segundo Douglas Santos, o jogador está em fase final de fisioterapia nesta quinta-feira já deverá voltar a treinar com o grupo.
 

“Com certeza ele acabou forçando a perna direita durante a recuperação. É uma lesão até certo normal, até porque o jogador voltou de férias. Mas ele já está bem melhor e amanhã (quinta) ou sexta já deverá estar treinando com o grupo”, disse o médico do Fluminense,
 

O caso de Deco aparentemente também não preocupa. Pelo menos nenhuma lesão foi diagnosticada durante o exame clínico. Embora a lesão seja no mesmo local que o tirou do jogo decisivo contra o Guarani, o médico do clube acredita que o problema não passa de um dor muscular.
 

“A princípio não existe nenhuma lesão e ele não deve ser problema para a estreia do Carioca. Caso ele continue a sentir dor nós vamos fazer novos exames e reavaliar sua situação condição”, explicou,

Douglas Santos, que segue otimista em relação ao aproveitamento de Conca na estreia na Libertadores, dia 9 de fevereiro, contra o Argentino Juniors.
 

“A recuperação dele tem sido excelente e acreditamos que em três ou quatro semanas ele já estará entregue à preparação física. Estamos muito otimistas quanto a seu aproveitamento contra o Argentino Juniors”, disse.


Apesar do mistério que ronda a coletiva de Washington marcada para esta quinta, às 14h, em Mangaratiba, o médico do Fluminense afirmou que a tendinite no pé direito do atleta não o incomoda mais e ele já tem condições de treinar normalmente com os demais companheiros.
 

Leia tudo sobre: fluminenseemerson

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG