Meia do time argentino apimentou ainda mais a relação conturbada com o comandante da equipe

Os problemas entre o meia argentino Riquelme e seu técnico, Júlio César Falcioni, não são novidade, mas uma trégua combinada entre os dois impedia o problema de crescer e prejudicar a equipe do Boca Juniors. No entanto, o meia não parece mais disposto a manter o silêncio e atacou seu técnico nesta quarta-feira.

Leia mais: Trezeguet entra no 2º tempo e marca na estreia pelo River

O argentino Riquelme criticou o técnico do Boca Juniors, Júlio César Falcioni
EFE
O argentino Riquelme criticou o técnico do Boca Juniors, Júlio César Falcioni
"Oito meses atrás, Falcioni me fez correr sozinho como um idiota e não falei nada", declarou o armador, se referindo à partida contra o All Boys, quando o técnico não escalou o craque do time por questões físicas, apesar de Riquelme afirmar estar apto para jogar.

Confira ainda: Maradona defende Messi e afirma que a idade 'atrapalha' Pelé

O apoiador também indicou insatisfação com o estilo de jogo que Falcioni implantou na equipe. "O time precisa começar a jogar melhor, pois uma hora a sorte acaba", afirmou. Pelo que uma fonte próxima ao jogador contou ao diário argentino Olé , Riquelme teria ido além em suas críticas. "Enquanto alguns pensam em criar, outros só pensam em destruir", teria confidenciado o jogador.

Leia mais sobre o futebol argentino no iG Esporte

O comandante da equipe foi mais reservado e preferiu não comentar diretamente sobre as declarações. "Eu nunca comento sobre a opinião dos outros. O único que eu sei é que somos fomos campeões invictos e não perdemos há 28 jogos", respondeu quando indagado sobre a declaração do jogador mais famoso de seu elenco.

Após vencer dois amistosos contra o arquirrival River Plate na pré-temporada, o Boca Juniors disputa sua primeira partida oficial do ano contra o Santamarina no sábado pela Copa da Argentina. O time está a duas semanas da estreia na Copa da Libertadores, na qual vai enfrentar os venezuelanos do Zamora pelo mesmo grupo do Fluminense.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.