Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Max Santos e João Vitor admitem sentir pressão no Palmeiras

Jogadores usam poucas palavras e refletem timidez e nervosismo durante apresentação

Danilo Lavieri, iG São Paulo |

Com nítido nervosismo e muito respeito à tradição do Palmeiras, o atacante Max Santos e o volante João Vitor foram apresentados nesta quarta-feira na Academia de Futebol. Os jogadores admitiram que a pressão aumentou muito após assinar o contrato com a equipe do Palestra Itália, mas mostraram confiança em buscar a preferência de Felipão.

"Sabemos que a pressão é muito grande, mas estamos dispostos a fazer o Palmeiras a voltar ser vitorioso. Na vida a gente tem vários objetivos. O primeiro é chegar a um time grande e depois é chegar à seleção. Agora, quero brigar para ser titular aqui", disse João Vitor, que veio por empréstimo pelos próximos dois anos após uma temporada pelo Grêmio Prudente.

"Todo time tem pressão, mas aqui a responsabilidade é bem maior. O Palmeiras nem se compara. Só de estar aqui, é um sonho enorme, mas vou brigar dentro de campo para ter uma briga saudável", completou Max Santos, que se destacou no Vila Nova de Goiás no último ano.

Os dois jogadores ocupam espaços que Felipão enfrenta dificuldades. O treinador perdeu os volantes Edinho, negociado com o Fluminense, e Pierre, que passou por operação, e pede desde sua chegada, no meio do ano passado, um jogador de velocidade, que jogue pelas pontas.

Max, aliás, chegou no Palmeiras já pedindo uma mudança de nome. A exemplo de Lucas, que era Marcelinho no São Paulo, o atacante afirmou que prefere usar seu sobrenome a seu apelido de Pardalzinho.

"Pardalzinho veio por causa do meu pai, que tinha apelido de Pardal. Aqui, eu quer ser chamado de Santos, que é melhor. Teve até uma reunião com a diretoria e foi melhor assim, foi uma decisão minha", explicou Max.

João Vitor já foi relacionado para o duelo desta quinta-feira contra o Paulista, assim como Adriano Michael Jackson. Max ainda precisará esperar para ter a chance com Felipão.

Leia tudo sobre: palmeiras

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG