Alemão está no cargo desde setembro de 2010, quando foi contratado para substituir Stanimir Stoilov. Novo vínculo vai até 2013

selo

O técnico alemão Lothar Matthaeus acertou a prorrogação de seu contrato por mais dois anos e definiu a sua permanência no comando da seleção búlgara até 2013. Ele está no cargo desde setembro, quando foi contratado para substituir Stanimir Stoilov e assinou um compromisso por apenas um ano. Agora, porém, foi confirmado no posto até o final das Eliminatórias para a Copa de 2014.

Stoilov deixou a seleção búlgara após começar a disputa das Eliminatórias da Eurocopa de 2012 com duas derrotas, para Inglaterra e Montenegro. Mas a chegada de Matthaeus, o primeiro técnico estrangeiro no cargo desde 1966, ainda não mudou muito a situação da Bulgária, que ocupa a penúltima posição no Grupo G e dificilmente conseguirá a sua classificação para a competição.

Na última quarta-feira, a Bulgária também decepcionou em amistoso contra a Bielo-Rússia, ao perder por 1 a 0 em Minsk. Mas, segundo o presidente da Federação Búlgara de Futebol, Borislav Mihailov, a prorrogação do contrato de Matthaeus já estava acertada antes mesmo desse jogo. E o principal objetivo dele é tentar levar o país à Copa do Mundo de 2014, que será no Brasil.

Atualmente com 50 anos, Matthaeus foi um dos maiores jogadores da história do futebol alemão, tendo liderado a seleção na conquista do título mundial em 1990. Nos clubes, ele defendeu com sucesso Bayern de Munique e Inter de Milão. Mas sua carreira como treinador não tem sido tão boa, com passagens apagadas por Rapid Viena, Partizan Belgrado, seleção húngara e até Atlético-PR.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.