Um dos símbolos do clube e muito querido pela torcida, ele vai comandar o time na segunda divisão

Matías Almeyda, meio-campista e capitão do River Plate, vai deixar os gramados para comandar a equipe na tentativa de retornar à elite do futebol argentino. Neste domingo, ele não participou do empate por 1 a 1 com o Belgrano, que determinou o rebaixamento do clube, pois estava suspenso. Agora, vai substituir Juan José Lopez, que entregou o cargo após o vexame.

O ex-atleta, que está com 37 anos, já havia se aposentado uma vez, mas voltou a jogar em 2009. Ele foi um dos poucos destaques na tentativa de salvar o River da queda, além de ser considerado um dos símbolos da equipe e ídolo da torcida.

Ele tinha contrato como jogador até o fim desta temporada e aceitou o convite do presidente Daniel Passarela. Também foi anunciado que o auxiliar de Almeyda será Gustavo Zapata.

Conhecido como "Pelado", Almeyda acumula três Aperturas (1991, 1993 e 1994) e uma conquista da Copa Libertadores pelo River em seu currículo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.