Tamanho do texto

Atacante argentino também comentou as diferenças da pré-temporada entre os clubes sul-americanos

Grande nome do Peñarol, do Uruguai, na campanha do vice-campeonato da Copa Libertadores de 2011, Martinuccio chegou ao Fluminense no segundo semestre do ano passado como promessa de boas jogadas e gols. Porém, com poucas oportunidades, não conseguiu repetir as grandes atuações que o consagraram na equipe uruguaia. 

Leia mais: Polêmicas marcaram transferências de Thiago Neves no Flu

Agora, realizando toda a pré-temporada com o time das Laranjeiras, o atacante diz que está mais entrosado com o elenco. "Estou mais confortável, tenho mais amigos agora e tenho mais afinidade com os companheiros. O clima do Fluminense é ótimo e vamos buscar todos os títulos possíveis", declarou o argentino, que também comentou a diferença na preparação dos clubes argentinos e brasileiros.

Veja mais: Lanzini é a terceira baixa do Fluminense na pré-temporada

"A estrutura está muito boa, estamos trabalhando muito bem. É importante. A pré-temporada aqui é um pouco diferente. Na Argentina é menor, mais curta. Temos um time muito competitivo, bons jogadores, mas teremos competições de alto grau de dificuldade e a pré-temporada vai ajudar todos", disse Martinuccio.

Veja também: Fluminense goleia o Grêmio e avança na Copa SP

Treinando entre os reservas, o argentino deve ser titular na estreia da equipe no Campeonato Carioca, já que os titulares serão poupados para a Copa Libertadores. Após atuar em grandes estádios no Brasileirão, o jogador irá entrar em campo em arenas menores, como Moça Bonita, palco da partida contra o Friburguense, no próximo sábado.

Leia mais: Abel terá 'quebra-cabeça' para montar o Flu com Thiago Neves

"Me acostumei com campos pequenos. Jogamos muito em Volta Redonda durante o Campeonato Brasileiro, que é um campo menor que os outros. E mesmo assim, com a vontade que eu estou de jogar, qualquer campo serve. Não importa o lugar", destacou Martinuccio.