Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Martelotte minimiza importância de últimos jogos no comando

Para mim a importância desses quatro jogos é a mesma que teve o confronto com o Corinthians, que foi o meu primeiro jogo, disse o interino do Santos

Gazeta Esportiva |

Mantido como técnico do Santos até o final do Campeonato Brasileiro, Marcelo Martelotte será substituído ano que vem por Adilson Batista, voltando a exercer a função de auxiliar técnico da equipe. Mas, apesar disso, Martelotte preferiu não valorizar excessivamente as suas últimas partidas à frente do Peixe, no Brasileirão.

"Para mim a importância desses quatro jogos é a mesma que teve o confronto com o Corinthians, que foi o meu primeiro jogo. Para mim todos os jogos são importantíssimos, mas não tem um motivo especial para isso", disse o interino santista.

Segundo Marcelo Martelotte, o seu único objetivo nessas quatro partidas que restam é terminar com dignidade a participação do clube no Brasileiro. "Esperamos fechar com vitórias a nossa campanha. Quero que o Santos faça bons jogos, tenha boas apresentações, pois são duelos decisivos para os nossos adversários. São decisões não só para o Grêmio, como para o Goiás, Avaí e até mesmo o Flamengo. E se são decisões para os nossos adversário, vamos encarar dessa maneira também", comentou.

Indagado também sobre a chegada de Adilson, o interino alvinegro elogiou o futuro comandante da equipe, mas destacou que há uma divisão de funções neste momento. Enquanto Adilson Batista pensa no planejamento para 2011, Martelotte tem a missão de fechar bem o ano atual.

"Na verdade tivemos duas ou três reuniões a respeito de avaliações, trocando informações nesse momento inicial para começar a montagem do time do Santos para 2011, enquanto nós, aqui, trabalhamos pensando em 2010 ainda. Ele está voltado para formação da equipe, em um ano importante, no qual vamos jogar Libertadores. Porém, nesse momento o mais importante é que ele saiba como as coisas ocorreram aqui nesse ano e tenha informações do grupo de atletas. Seja pela TV ou no estádio ele vai ter condições de analisar pessoalmente a condição de cada um", encerrou.

Leia tudo sobre: campeonato brasileirosantos

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG