Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Martelotte descarta sair do Santos e aceita ser auxiliar de Muricy

Interino disse que presença de Tata, auxiliar de Muricy Ramalho, não impedirá sua permanência no clube

Samir Carvalho, iG Santos |

Após o presidente do Santos, Luís Álvaro de Oliveira Ribeiro, confirmar que o técnico interino, Marcelo Martelotte, não será efetivado no cargo devido à intenção do clube em contratar o técnico Muricy Ramalho, o interino declarou que não ficou chateado com a diretoria santista. Martelotte disse que não deixará o clube, e que aceitará trabalhar como auxiliar-técnico de Muricy.

“A minha posição é muito parecida com a do ano passado. Tenho contrato até o final do ano e não pretendo sair. No futebol as coisas são dinâmicas, não descarto nenhuma proposta, mas não recebi nenhuma e vou continuar no Santos”, afirmou Marcelo Martelotte, que pretende ser auxiliar-técnico de Muricy Ramalho.

“Eu sei que o Tatá (auxiliar-técnico) trabalha com o Muricy, mas estive aqui com o Dorival (Júnior) no passado, ele trabalha com o Ivan (Izzo) como auxiliar, e com o Adilson Batista, que tinha o Ivair Júnior com auxiliar. Não terá problema de trabalhar com o Muricy”, disse o treinador.

Diferente da temporada passada, quando não demonstrava o interesse de ser efetivado na vaga de Dorival Júnior, que deixou o clube na época, Marcelo Martelotte pretendia assumir o cargo no lugar de Adilson Batista.

“A situação foi diferente do ano passado. Eu fui posicionado de uma maneira diferente pela diretoria. Eles me disseram que se não aparecesse alguém com um currículo experiente, eu poderia ser efetivado. Isso mudou com o convite do Muricy. Essa mudança de postura não foi uma vontade minha e sim o posicionamento da diretoria em relação ao meu trabalho”, concluiu.

 

 

Leia tudo sobre: santosmartelottemuricy ramalho

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG