Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Martelotte aprova Ganso e volta será no 2º tempo contra o Botafogo

Técnico exaltou a qualidade técnica do meia, que marcou dois gols em jogo-treino no CT Rei Pelé

Samir Carvalho, iG Santos |

O técnico interino Marcelo Martelotte aprovou o desempenho do meia Paulo Henrique Ganso no jogo-treino entre os atletas que não foram relacionados para a partida contra a Portuguesa, na Vila Belmiro, e a equipe sub 20 do Santos. O coletivo foi realizado na tarde da última quarta-feira, no CT Rei Pelé, e Ganso roubou a cena marcando dois gols na goleada por 6 a 0.

Martelotte elogiou o desempenho técnico do camisa 10 durante o jogo-treino, mas fez questão de explicar que o condicionamento físico do atleta que determinará seu retorno aos gramados.

“Que ele tem muita qualidade todos nós sabemos. Vamos avaliar a condição física quanto ao treinamento, como ele vai se sentir, mas adianto que qualquer que seja a participação será no decorrer do jogo, em alguns minutos. Nunca criando um desgaste em demasia”, afirmou Martelotte, que exaltou a qualidade de Ganso, que além dos gols, deu duas assistências para mais dois gols de sua equipe.

“Foi um treino, um coletivo do sub-20. Treinamos por volta de 65 minutos, teve uma movimentação boa, suportou bem a carga e era isso que realmente nos preocupava mais nesse trabalho. Mas junto com isso veio o gol, a assistência, a qualidade. Isso tem pouco peso com relação a minha decisão para sábado”, completou.

Após o empate contra o Cerro Porteño na Vila Belmiro, pela segunda rodada da Libertadores, os médicos do Santos concederam entrevista coletiva para confirmar a reestreia de Ganso para o duelo contra o Colo Colo na próxima quarta-feira, no Chile. Porém, Martelotte já demonstra empolgação com o retorno do meia aos gramados no sábado, na partida contra o Botafogo-SP, na Vila Belmiro.

Ganso sofreu uma entorse no joelho no segundo tempo da partida contra o Grêmio, na no dia 25 de agosto, no estádio Olímpico, em Porto Alegre. Na ocasião, o atleta rompeu o ligamento cruzado anterior e sofreu uma lesão parcial do menisco lateral. Já no dia 28 passou por cirurgia para reconstrução do ligamento cruzado anterior do joelho no Hospital Albert Einstein, em São Paulo.

 

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG