Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Martelote pede para seguir como auxiliar no Santos e adia sonho de ser treinador

Treinador continuará trabalhando no clube e preparará uma análise do elenco do Santos para Adilson Batista

Samir Carvalho, iG São Paulo |

O técnico interino Marcelo Martelotte já decidiu que continuará trabalhando como auxiliar-técnico do Santos apesar da contratação de Adilson Batista, que assinou contrato com o clube até o final de 2011 e começa a trabalhar com o elenco no dia 6 de dezembro.

Conversei com eles (diretoria), manifestei o meu desejo de ficar no Santos. Quero sim (ser treinador), só que é algo futuro. Ainda tenho muito trabalho para desenvolver aqui no Santos, afirmou Marcelo Martelotte,  que antes de trabalhar no Santos, foi auxiliar-técnico de Pintado no Mirassol.

Antes de entregar o cargo, Martelotte comandará a equipe nas últimas quatro rodadas do Campeonato Brasileiro: contra Grêmio, Goiás, Avaí e Flamengo. Durante esse período, o técnico interino preparará uma análise do elenco santista para Adilson Batista, que será entregue no final deste ano. 

É importante fazer um relatório sobre a temporada, e entregar aos dirigentes para que fique tudo documentado. Mas no relacionamento com a comissão técnica entendo que a conversa é o melhor caminho, disse Martelotte.

Desde a chegada de Adilson Batista, o interino teve apenas três contatos com o novo comandante. Nos encontros, Marcelo Martelotte já passou informações sobre alguns jogadores do elenco.

Tivemos esse primeiro contato, duas, três reuniões a respeito de avaliações, tudo o que podemos passar para que ele possa iniciar o seu trabalho na montagem do time de 2011, enquanto eu trabalho pensando em 2010. Estamos divididos nessas funções, mas sempre nos ajudando. O mais importante é que ele saiba como as coisas ocorreram durante o ano, concluiu Martelotte.

 

 


 

Leia tudo sobre: campeonato brasileirofutebolsantos

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG