Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Marquinhos Paraná pode igualar marca de Raul na Libertadores

Volante já disputou 39 jogos pelo Cruzeiro no torneio continental e pode escrever seu nome na história do clube

Frederico Machado, iG Belo Horizonte |

O duelo contra o Deportes Tolima, na próxima quarta-feira, pode selar a classificação do Cruzeiro para a próxima fase da Copa Libertadores. Para dois jogadores do time mineiro, a partida significará também uma marca histórica: o goleiro Fábio e o volante Marquinhos Paraná igualarão o número de partidas de Raul Plassmann na competição, atleta que mais defendeu o Cruzeiro no torneio.

Raul Plassmann defendeu a meta cruzeirense em quatro Libertadores: 1967, 1975, 1976 e 1977. O ex-goleiro disse que nem sabia dessa marca. “Não sabia que eu era o jogador com mais partidas na Libertadores. Uma honra para mim”, disse Raul Plassmann, que disputou 40 partidas no torneio e foi campeão em 1976.

Marquinhos Paraná e Fábio já têm 39 partidas pelo Cruzeiro na competição. Os dois atletas participaram das campanhas de 2008, 2009 e 2010. O volante vê com orgulho a oportunidade de igualar a marca do lendário goleiro da camisa amarela. “Muito importante para mim chegar a uma marca dessa. Igualar o feito de um grande jogador, que é o Raul, ao lado do Fábio. Para mim é muito gratificante. Para ficar melhor, só falta conseguir o título da competição”, disse Paraná.

O jogador lembra-se do início complicado no Cruzeiro, quando chegou do futebol japonês em 2008. Na estreia do Campeonato Mineiro daquele ano, o jogador foi vaiado na partida contra o Uberaba, quando atuou improvisado na lateral-direita. “Um jogo complicado, uma posição que eu não vinha jogando. Desde 2008 para cá sempre fui utilizado em várias posições. Hoje, graças a Deus, a torcida sabe o que eu posso fazer para ajudar o Cruzeiro”, concluiu.
 

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG