Tamanho do texto

Olivério Júnior tentou usar influência de ex-presidente para empresa com a qual tem ligação ganhar concorrência no clube

Ex-assessor de imprensa e amigo de Mustafá Contursi, Olivério Júnior tentou usar a influência do ex-presidente do Palmeiras para uma empresa com a qual tem ligação ganhar uma concorrência no marketing do clube. O iG apurou que Olivério chegou a discutir com o diretor de marketing, Rubens Reis, e disse que, graças a sua proximidade com Mustafá, seus parceiros não precisariam entrar na concorrência para ganhar o direito de abrir e administrar as lojas oficiais do Palmeiras.

Olivério, segundo conselheiros, tem ligação e faz lobby pela Meltex, que entrou na disputa com outra empresa, a SPR, que antigamente levava o nome de Poá Textil e também presta o mesmo tipo de serviço para São Paulo e Corinthians. A SPR é favorita para ganhar a concorrência justamente por já ter experiência no mercado, abrindo as franquias corintianas e também trabalhando com o São Paulo.

Siga o Twitter do iG Palmeiras e receba as notícias do seu time em tempo real

A parceria dá o direito à empresa de abrir lojas oficiais com produtos licenciados do clube. Participações nas despesas e lucros são discutidos de acordo com o formato do negócio. No Corinthians, por exemplo, o acordo inicial foi feito em 2008 e previa que 15% do lucro ficaria com o time. A SPR, por sua vez, pagou R$ 3 milhões para ter o contrato.

Olivério chegou a enviar a proposta para o presidente do clube, Arnaldo Tirone, que respondeu enviando a responsabilidade para seu departamento de marketing. O dirigente explicou que o processo está a cargo dos responsáveis por esse setor e que ele apenas aprovaria ou não o resultado final das análises. A resposta  incomodou Olivério, que esperava ter apoio justamente pela estreita relação com o ex-presidente Mustafá, que foi um dos principais articuladores da eleição de Tirone.

MiGCompLinks_C:undefined Os dirigentes que acompanham a concorrência consultados pelo iG elogiaram a apresentação da Meltex e estranharam o fato de Olivério não ter aparecido no momento de mostrar as razões pelas quais a empresa com a qual colabora deveria ser a vencedora da concorrência.

Coloque seu time em 1º lugar no ranking da Torcida Virtual do iG Esporte

"Dinastia" Del Nero do outro lado

Há uma outra ala do conselho que afirma que a SPR será escolhida por causa da ligação da empresa com Marco Polo Del Nero, presidente da FPF (Federação Paulista de Futebol), conselheiro do Palmeiras e pai de um dos diretores de marketing do clube, Marco Polo Del Nero Filho, o Marquinho. Isso é negado de forma veemente pela instituição e também pelo clã Del Nero.

Essa mesma ala critica a demissão de Juan Rafael Brito, ex-gerente de marketing. Segundo eles, uma nova empresa foi contratada para assumir essa área e vai ganhar comissão pelo serviço. O iG apurou que essa empresa é a Renovare, mas ela não ainda não está contratada, apesar de já prestar consultoria para o Palmeiras em caráter de experiência mesmo antes da demissão de Juan . Essa empresa fatura apenas em cima das ações que tiverem sucesso, evitando prejuízo ao clube.

MiGCompLinks_C:undefined O iG tentou conversar com Rubens Reis, diretor de marketing, que não quis comentar o assunto e apenas falou que a análise está em fase técnica e financeira. Ele afirmou que todo processo será documentado. Outro diretor da área, Newton Junior, também não quis falar do assunto e apenas explicou que pelo menos três vice-presidentes e o presidente participam de cada etapa das análises.

Após várias tentativas, o iG conseguiu contato com Olivério Júnior. Ele confirmou que representa a Meltex, mas negou que tenha tentado tirar proveito pela relação com Mustafá. Ele ainda confirmou que conversou com Arnaldo Tirone e Rubens Reis sobre a concorrência e que não foi na apresentação que a empresa fez para o clube. Olivério ainda disse que trabalhou como funcionário do Palmeiras e não do ex-presidente Mustafá Contursi, apesar de ter agendado neste ano com vários veículos de imprensa uma série de entrevistas com o dirigente.

*Com a colaboração de Marcel Rizzo, iG São Paulo

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.