Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Marketing corintiano espera ansioso pela 'virada' de Adriano

Especialistas veem potencial, mas sabem que apenas disciplina e gols vão alavancar a marca "Imperador"

Bruno Winckler, iG São Paulo |

O atacante Adriano chega em definitivo à capital paulista na próxima segunda-feira. Com o início de sua trajetória no Corinthians, o clube espera conseguir em breve que o jogador renda bons frutos, não só dentro de campo como fora dele.

Os primeiros produtos com a marca "Imperador" já foram lançados. Mas fica evidente que o marketing do clube e os demais especialistas desta área estão ansiosos a respeito do comportamento do novo reforço corintiano. Todos sabem que apenas um Adriano goleador e comprometido com os treinamentos podem valorizar as iniciativas que explorem seu nome.

Resta esperar pelas primeiras reações do polêmico jogador.

“Ainda é cedo para falar em retorno de marketing, mas o Adriano tem um potencial enorme. Ele está chegando agora, vamos esperar ele jogar. Claro que vamos explorar a imagem dele, até porque é um jogador com uma imagem muito forte”, comentou Caio Campos, gerente de marketing do Corinthians.

Para o especialista em marketing esportivo Amir Somoggi, da empresa BDO, o caminho a ser seguido por Adriano deve ser o de tentar ser ídolo do Corinthians o quanto antes. As dúvidas das empresas que poderiam tentar se associar ao jogador por conta do seu passado de confusões diminuiriam se ele conseguisse  unanimidade entre os torcedores corintianos.

“O Adriano tem muito potencial, mas ainda paira uma série de dúvidas sobre ele. Este jogador pode construir uma nova imagem, mas vai depender de como ele vai se comportar dentro e fora do campo. Se a torcida o colocar como ídolo ainda nesse ano, já seriam quase 30 milhões de potenciais consumidores e isso atrai qualquer marca”, comentou Somoggi.

A Hypermarcas, parceira master do Corinthians desde 2010 e com contrato até o final deste ano, prefere, por enquanto, continuar com Ronaldo como seu principal garoto-propaganda. A empresa também optou por esperar para ver como será que o “Imperador” se comportará nos primeiros meses no Corinthians.

“Adriano não é Ronaldo, não é Ronaldinho Gaúcho, mas pode conseguir virar um grande atrativo se conseguir se manter fora dos fatos negativos que recentemente fizeram parte da sua carreira”, diz Somoggi.

Divulgação
Adriano no cartoon "Bando de Loukinhos"
Já nas lojas
Três produtos se destacam entre os primeiros que o Corinthians espera lançar com a marca de Adriano. O primeiro é uma cópia do que fez o São Paulo em 2008. A loja "Poderoso Timão", autorizada a vender produtos do clube, adaptou a numeração da camisa de Adriano, que usará o número 10 em algarismos romanos. Algumas camisas de Adriano vem com um “X” nas costas em alusão ao apelido de “Imperador”.

Já foi lançada também outra camiseta com o slogan “Guerreiro da República”. Trata-se de um artigo comemorativo, que também carrega o apelido do jogador como mote: "Do Império à República", em referência à “República Popular do Corinthians”, uma campanha do marketing corintiano lançada no ano do centenário.

O terceiro produto, este com foco no público infantil, é o do “Bando de Loukinhos”, uma simpática animação, exibida no site oficial do clube. A iniciativa já conta com outros personagens corintianos, como Ronaldo. Adriano entrou para a turma. Com a chegada do jogador a São Paulo, o clube também pretende lançar alguns bonecos, como foi feito com Ronaldo e Roberto Carlos.

Passa longe do departamento de marketing corintiano, porém, a ideia de que Adriano conseguirá representar o retorno em vendas de produtos que Ronaldo alcançou nos dois anos em que defendeu o Corinthians. Mas há a confiança de que será possível, sim, conseguir que Adriano garanta lucros ao clube.

“Ronaldo é inigualável. Não se pode compará-lo com qualquer outro grande jogador. Adriano, Ronaldinho, Kaká. O que vamos fazer com o Adriano tem a ver só com o Adriano e a grande figura que ele é. Comparar com o Ronaldo é injusto para qualquer jogador”, comentou o presidente Andrés Sanchez.

 

Leia tudo sobre: CorinthiansAdrianomarketingRonaldo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG