Homem-forte do clube entre 1995 e 2008, empresário confirmou candidatura nas eleições do final do ano

O polêmico empresário Mario Celso Petraglia, homem-forte do Atlético-PR entre 1995 e 2008, anunciou que quer voltar ao clube e será candidato à presidência nas eleições que estão marcadas para o final do ano.

Entre para a Torcida Virtual do Atlético-PR e convide os amigos

Distante desde o início de 2009 da atual diretoria, eleita com apoio dele, Petraglia confirmou em entrevista coletiva na tarde desta terça-feira que vai concorrer nas eleições do Atlético-PR, marcadas para dezembro. "Eu sou um cara emocional. Acabo de decidir que vou ser candidato", disse, no meio da coletiva de imprensa.

Antes disso, ele tinha afirmado aos jornalistas que não sabia se seria candidato, discurso que adota desde que deixou o clube. Além disso, a coletiva seria para falar sobre a importância da Copa do Mundo para o Atlético-PR. "Não sei ainda se serei candidato. Eu afirmava que não, mas estou em dúvida. Se eu for candidato vou bater chapa com quem quer que seja. Uma soma de coisas me fazem repensar em ser candidato", disse.

Petraglia vem fazendo oposição a atual administração, comandada por Marcos Malucelli (Conselho Administrativo) e Glaucio Geara (Conselho Deliberativo), desde o início de 2009, quando houve rompimento das partes.

Na época, Malucelli e Geara não teriam concordado em deixar que Petraglia assumisse algumas áreas estratégicas do clube, como marketing, relações internacionais e negociação de atletas. Coincidentemente, profissionais ligados à Petraglia deixaram o clube desde então.

Petraglia assumiu o Atlético em 1995 quando o clube passava por uma séria crise financeira e institucional. Em menos de cinco anos à frente do Atlético, o dirigente foi responsável pela construção do CT do Caju e da Arena da Baixada.

Foi sob sua gestão que o clube conquistou o título brasileiro de 2001, além de participar três vezes da Taça Libertadores, chegando ao vice-campeonato em 2005. Um ano antes, o Atlético ainda foi vice-campeão brasileiro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.