Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Marcos projeta treino nas férias e fechar 2011 com taças pelo Palmeiras

Como será meu ano de despedida, espero terminar por cima, com títulos e boas partidas, disse o ídolo do Palestra Itália

Agência Estado |

De férias em Oriente, cidade do interior de São Paulo onde nasceu, o goleiro Marcos já começou a projetar os seus objetivos para 2011, quando deverá realizar a sua última temporada como jogador profissional. Além de almejar títulos no próximo ano, o jogador revelou que pretende fazer treinos específicos até durante seu período de descanso antes de voltar às atividades ao lado do restante do elenco palmeirense.

Marcos está sem jogar desde 5 de setembro, quando sofreu uma lesão no joelho esquerdo durante partida contra o Grêmio. Com isso, ele fechou o ano com um saldo de 36 jogos disputados e um total de 504 pelo clube. "Infelizmente fiquei fora muito tempo em razão das dores no joelho. Apesar da cirurgia (no joelho) ter sido muito bem sucedida, sofri muito depois. De acordo com o que os médicos e a comissão técnica passam, tenho condições de jogar normalmente em 2011. Vou fazer treinos específicos, inclusive nas férias, e tentar atuar convivendo com essas dores", afirmou o goleiro, em entrevista ao site oficial do Palmeiras.

Em seguida, Marcos falou sobre suas expectativas para o próximo ano em termos de conquistas. "Minha intenção é terminar bem o ano que vem. Todo mundo sabe que não tenho mais condições de jogar 70 partidas por ano, mas pretendo jogar a maioria dos jogos e, como será meu ano de despedida, espero terminar por cima, com títulos e boas partidas. Quero conquistar títulos. Estou consciente das minhas condições, e as partidas que eu jogar, vou tentar dar o máximo, pois quero terminar minha carreira por cima", repetiu.

O ídolo palmeirense, porém, lembrou que o Palmeiras terá de se reforçar para ter boas chances de alcançar grandes objetivos em 2011, depois de ter fracassado em todas as competições que disputou neste ano. "A gente escuta muita coisa, que o Palmeiras não tem dinheiro, que sem disputar a Copa Libertadores os investimentos vão diminuir, que terá prejuízo, mas, sem um time bom, não conseguiremos títulos. Para você conseguir títulos, precisa ter elenco. Vou passar as férias torcendo por grandes contratações, que o time possa se reforçar e competir de igual para igual com todos em 2011", disse, para depois admitir as frustrações acumuladas nas duas últimas temporadas.

"Não dá para prometer títulos, passamos os dois últimos anos falando isso e foram dois anos decepcionantes. A torcida está merecendo uma conquista, muito mesmo. Foi decepcionante para todos, inclusive para nós. Vamos tentar mais uma vez levantar a cabeça depois desses tropeços", enfatizou.

Jejum
O fato de o Palmeiras não conquistar um título de peso desde 1999, quando se sagrou campeão da Copa Libertadores, também segue incomodando Marcos. E o jogador lembrou que o time passou por situação parecida entre 1976 e 1993, período em que ficou sem levantar taças. Para ele, esse jejum atual vem colocando muita pressão sobre o elenco palmeirense.

"Acho que atrapalha um pouco, sim. Sou palmeirense desde moleque, acompanhei os tempos de fila. Para sair daquele jejum, foi preciso montar uma seleção. Contra o Goiás (da Copa Sul-Americana), entramos em campo precisando ganhar (a semifinal) e o adversário não tinha responsabilidade nenhuma. Quando levamos o primeiro gol, deu um baixo astral geral, aquele medo do tipo 'perdemos'. Aconteceu isso em 2009 e 2010. Precisamos de jogadores que aguentem esse 'tranco', pois a responsabilidade só aumenta com o tempo. Não adianta fazer bons jogos, pois o time sente e se entrega fácil", ressaltou Marcos, para depois prever uma cobrança ainda maior por taças em 2011.

"Precisamos de jogadores que cresçam, que batam a mão no peito. Em 1993 e 1994, foi montada uma seleção. E a preocupação agora é que esse jejum atrapalhe. Tomara que isso mude, que 2011 seja diferente. A cobrança com certeza será cada vez maior."

Leia tudo sobre: palmeiras

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG