Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Marcos, Kleber, Valdivia e Felipão celebram alívio na pressão

Referências do time do Palmeiras comemoram vitória por 2 a 1 contra o Corinthians em Prudente

iG São Paulo |

Após quatro empates e uma derrota no Brasileirão, o Palmeiras voltou a vencer e, justamente, contra o Corinthians , por 2 a 1. O triunfo deve diminuir a pressão dos torcedores, que já mostravam sinais de impaciência, especialmente após a eliminação na Copa Sul-Americana. Marcos, Kleber, Valdivia e Felipão mostram que estão aliviardos.

"A gente sabe que uma discussão ou outra é até normal", falou Marcos, para tentar explicar a discussão entre Valdivia e Chicão. "A gente estava no campo, com cabeça quente, preocupado com resultado a vencer. A nossa torcida está impaciente, mas o mais importante disso tudo é que um dia depois do anviersário a gente deu o presente para a equipe. Sempre que tem data comemorativa, a gente perde. Então, hoje jogamos pressionados e foi um grande presente", afirmou o camisa 12, que hoje vestiu o número 97 para homenagear o aniversário da equipe.

null

Siga o Twitter do iG Palmeiras e receba as notícias do seu time em tempo real

Kleber, que esteve envolvido em uma polêmica por assumir que era corintiano e por ter uma ficha de inscrição na Gaviões da Fiel vazada, afirmou que o triunfo é importante para o coletivo e tem gosto especial simplesmente por ser um clássico.



"É importante e especial porque é um clássico. Nosso sonho é sempre estar em uma situação como essa, em um clássico, mas não porque eu era corintiano. Todo mundo sabe, até os caras da Mancha Verde sabiam que eu era corintiano, porque já falei antes de sair a polêmica. Isso passa. Quando você é criança, você tem um time, mas o importante é que hoje sou Palmeiras e tenho muito orgulho", afirmou o camisa 30, bem menos polêmico do que Valdivia.

"É bom, né? Vamos voltar felizes para a casa. O Corinthians não fez nada e merecemos ganhar. Quando a gente ganha, eles sempre têm que falar alguma coisa", provocou o chileno.

O treinador Luiz Felipe Scolari comemorou a solidariedade de seus atletas para que o Palmeiras conseguisse a vitória neste domingo.

"No momento em que o Kleber precisou jogar pela direita, ele jogou. O Luan ajudou também, o Valdivia fez marcação na intermediária, que não é comum e nem exigimos dele. Tivemos uma equipe solidária, jogando contra um Corinthians, então a vitória é fantástica", finalizou o treinador palmeirense.

Leia tudo sobre: palmeirasmarcosklebervaldiviabrasileirão 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG