Goleiro do Palmeiras ocupa cargo de ídolo eterno e ouve pedidos para não abandonar os campos

Em meio a pedidos para continuar no futebol, mas com a cabeça e o corpo pedindo para parar, Marcos completa 38 anos de idade. O goleiro e eterno ídolo do Palmeiras sofre com dores no corpo inteiro, especialmente no joelho esquerdo, mas representa muito para jogadores, dirigentes, membros da comissão técnica e torcedores apaixonados, por isso, sua saída dos campos já é lamentada muito antes de que ela realmente aconteça.

null

Neste sábado, caso suporte as dores e enfrente o Grêmio, às 18h30, no Canindé, Marcos vestirá uma camisa especial, branca e com detalhes em dourado e com um símbolo especial em sua homenagem. Inicialmente, esse uniforme seria feito para celebrar seu último ano de carreira, mas, o movimento de “Fica, Marcos” é tão grande, que até o mesmo o Palmeiras já recua e afirma que a camisa é apenas para comemorar 15 anos de sua estreia.

Siga o Twitter do iG Palmeiras e receba as notícias do seu time em tempo real

"Dá uma coceira, né? De repente se o Palmeiras faz uma proposta boa, dá para a gente conversar. Com mais dinheiro na conta fica fácil, né? (risos). Deixa o joelho ficar até podre, mas com dinheiro na conta fica mais fácil", brincou o goleiro. Para depois pedir o presente de aniversário. "Seria muito bom chegar no fim do ano e ter o título, para dar para o torcedor palmeirense. Eles merecem isso daí faz muito tempo", completou o camisa 12.

Marcos sofre com as dores no joelho
AE
Marcos sofre com as dores no joelho

E por falar em estreia, ela aconteceu em 1996 de forma oficial. Porque em 1992, em um amistoso, Marcos já tinha vestido a camisa do Palmeiras contra o Esportiva Guaratinguetá. Oficialmente, no entanto, o debute de Marcos aconteceu no dia 30 de março de 1996, contra o XV de Jaú. O goleiro viu seu time vencer por 4 a 0 no Paulistão.

No Palestra, a estreia foi contra o Botafogo de Ribeirão Preto. Os mesmos 4 a 0 estamparam o placar, mas o mais especial foi a defesa de pênalti que fez e o gesto repetido que o consagrou, erguendo as mãos para o alto após evitar o gol adversário.

Coloque seu time em 1º lugar no ranking da Torcida Virtual do iG Esporte

Marcos chegou até mesmo a ser convocado para a seleção brasileira em 1996, por Zagallo, e ficou no banco em um jogo contra a Lituânia. Depois, em 1999, se destacou ao substituir Velloso. A história já é muito conhecida, e o caipira de Oriente se tornaria São Marcos e ídolo de mais de 15 milhões de torcedores, especialmente por causa das atuações inesquecíveis contra Corinthians, River Plate e Deportivo Cali.

Marcos sofre com as dores no joelho
AE
Marcos sofre com as dores no joelho

Em 2000, talvez a defesa mais marcante de sua carreira com a camisa do Palmeiras aconteceu no Morumbi. Ele espalmou o pênalti de Marcelinho Carioca e fez o lance que já mereceu título. No jogo seguinte, a derrota para o Boca Juniors não é tão facilmente esquecida, mas acaba ficando em segundo plano, especialmente pelo arquirrival nunca ter levantado a taça que tanto deseja.

Em 2002, Marcos foi campeão da Copa do Mundo com Luiz Felipe Scolari no banco de reservas e fez partidas perfeitas contra Bélgica, Turquia e Alemanha, na grande final. Ao voltar para o país em meio a comemorações, teve que lamentar a queda do Palmeiras para a Série B e poderia esquecer tudo isso indo para o Arsenal.

Marcos sofre com as dores no joelho
AE
Marcos sofre com as dores no joelho

Não quis. Ficou no Palmeiras, subiu com o time de volta para a elite do futebol e passou a encarar uma série de lesões que não o deixavam trilhar uma sequência de jogos. Em 2008, foi campeão pela última vez na carreira, indo muito bem no Paulistão.

Agora, de novo com Felipão no banco, luta contra as dores para tentar terminar 2011 com um novo troféu na estante e com a tranquilidade de poder terminar a carreira em alta ou tentar aumentar a sua idolatria junto aos palmeirenses e amantes do futebol.

"Eu joguei a vida inteira no Palmeiras e gostei muito porque eu sempre fui torcedor palmeirense. Eu nunca pensei em busto no Palestra, mas se vier era uma coisa que eu ia ficar muito feliz", finalizou o atleta.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.